Com 9.877 pessoas com Covid-19, SC registrou 18% de casos de 2022 em uma semana

Necat da UFSC afirmou que a média diária de novos casos atingiu 1.411 por dia na última semana, o que é considerado bastante elevado

Santa Catarina contabilizou 9.877 pessoas com Covid-19 na última semana. O número representa quase 18% dos registros da doença em 2022, o que demonstra que o Estado permanece com alta incidência de casos.

Teste rápido SWAB Nasal para detecção de Covid-19, UBS 1 – Brasília-DF, 07/01/2021, Fotos: Myke Sena/MS – Foto: Myke Sena/NDTeste rápido SWAB Nasal para detecção de Covid-19, UBS 1 – Brasília-DF, 07/01/2021, Fotos: Myke Sena/MS – Foto: Myke Sena/ND

Os dados foram divulgados no último boletim do Necat/UFSC (Núcleo de Estudos de Economia Catarinense) desta quarta-feira (22). Ao longo deste ano, 54.766 pessoas foram contaminadas.

O contínuo contágio fez com que a média diária de novos casos atingisse 1.411 por dia na última semana. Segundo o Necat, o patamar pode ser considerado bastante elevado se comparar o mesmo indicador nos meses finais de 2021, quando a média era de 350 a 400 registros diários.

Conforme a matriz de aleta epidemiológico do governo estadual da última segunda (20), há 38 cidades catarinenses consideradas em nível alto de incidência de casos de Covid-19 a cada 100 mil habitantes.

Vale ressaltar que são classificados em nível alto os municípios que registram incidência de 200 casos ou mais da doença a cada 100 mil moradores na semana epidemiológica anterior.

Ainda conforme o Necat, houve uma aceleração de mortes no Estado desde o início da segunda quinzena de janeiro continuou com oscilações positivas na semana analisada. Até o momento, foram registradas 1.742 mortes neste ano.

Na última semana a média diária de óbitos diminuir e se mantém em um patamar bastante baixo, quando comparada aos meses de janeiro e fevereiro.

As regiões do Planalto Norte-Nordeste e Vale do Itajaí foram responsáveis por aproximadamente 42% de todos os novos casos registrados no Estado. Já as regiões Sul e Grande Florianópolis contabilizaram mais 28% dos novos registros.

As regiões Meio Oeste/Serra e Grande Oeste, diferentemente das semanas anteriores, também registraram expansão de novos casos, com 22% do total estadual de novos casos de Covid-19, indicando a continuidade do contágio.

Compra de leitos rede privada

Até a tarde deste quarta-feira (22), Santa Catarina tinha um bebê, seis crianças e seis adultos na fila por leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Com a pressão sob o sistema de saúde, a Justiça determinou nesta terça (21) que o Estado tem 48 horas para comprar leitos da rede particular. O prazo termina nesta quinta (23).

A decisão, que ocorreu após um pedido do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina), prevê que o governo estadual compre, sempre que esgotar as vagas no HRO (Hospital Regional do Oeste) e Hospital da Criança, ambos em Chapecó, vagas em leitos de UTI  neonatal e pediátrico na rede particular.

Com prazo de 48 horas, o Estado deve cumprir a determinação até esta quinta (23). A SES (Secretaria de Estado da Saúde) informou que foi intimada na manhã desta quarta (22) e trabalha nos encaminhamentos para responder dentro do prazo legal.

+

Saúde

Loading...