Com lotação máxima, pacientes aguardam leitos de UTI em hospital de São Miguel do Oeste

Hospital atendeu mais de 300 pacientes em menos de três dias no pronto-socorro

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso -Instituto Santa Fé, de São Miguel do Oeste, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, está com lotação máxima. Em menos de três dias foram atendidos mais de 300 pacientes no pronto-socorro.

hospitalCinco pacientes aguardam leitos de UTI. – Foto: Hospital Regional/Divulgação/ND

A informação foi divulgada pela administração do hospitalar em nota nesta quarta-feira (25). “Em função do expressivo aumento de atendimentos no pronto-socorro, principalmente nesta semana, recomenda-se a utilização somente para atendimento de casos de urgência e emergência”, diz a nota.

A orientação é de que os pacientes com menor gravidade (sintomas de gripe: dores na garganta, cabeça, muscular, etc.) procurem os postos de saúde e UPA dos municípios.

Segundo a nota, os dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital estão ocupados. A demanda está sendo maior que a oferta e no pronto-socorro cinco pacientes aguardam leitos de UTI.

O hospital destacou que o pronto-socorro utiliza o método de classificação de risco conforme Protocolo de Manchester, em que os casos de urgência e emergência recebem atendimento prioritário.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...