Com melhora no mapa de risco, SC chega a 9 milhões de vacinas aplicadas contra Covid-19

Avanço da imunização faz doença recuar no Estado e pela primeira vez não há regiões em risco gravíssimo

Com melhora crescente nos indicadores do mapa de risco da Covid-19, Santa Catarina ultrapassou 9 milhões de vacinas aplicadas contra a doença, neste domingo (10).

Avanço da vacinação em Santa Catarina traz melhora nos indicadores da Covid-19 – Foto: Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/NDAvanço da vacinação em Santa Catarina traz melhora nos indicadores da Covid-19 – Foto: Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/ND

A imunização vem sendo ampliada nos grupos de adolescentes e nas doses de reforço e adicionais. Conforme o último boletim da SES (Secretaria do Estado da Saúde), apenas 3 mortes foram registradas de sábado (9) para domingo.

Segundo o sistema do Ministério da Saúde foram aplicadas 9.000.136 doses de imunizantes em Santa Catarina; sendo mais de 5 milhões como primeira dose. O vacinômetro do Estado vem passando por atualizações e deve demonstrar a marca nos próximos dias, garante a SES.

Até esta segunda-feira (11), 72,94 moradores do Estado receberam a primeira dose. Desses, 45,73% completaram o esquema vacinal.

Doses de reforço e adicionais

Nas últimas semanas também estão sendo ampliados os grupos de aplicação de dose reforço, que incluem  idosos acima de 60 anos profissionais de saúde. No Estado foram aplicadas 78.771 doses de reforço.

O grupo dos imunossuprimidos também está recebendo a dose adicional. Já foram mais de 6 mil pessoas beneficiadas. A aplicação de doses nos adolescentes, da mesma forma, está sendo ampliada. Neste grupo, os números de imunizantes aplicados passam de 220 mil.

“Estamos vivendo um momento importante no combate à pandemia, com resultados significativos. A aplicação das doses de reforço e adicionais, além da imunização dos adolescentes nos demonstram isso. Estamos colhendo o resultado de um trabalho compartilhado entre o Estado, os municípios e o Governo Federal”, afirma o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

No entanto, ele pondera: “estamos também preocupados com as crianças menores de 12 anos, acreditamos que as vacinas devem vir para todos”.

Mapa de risco

Pela primeira vez, a Matriz de Risco Potencial Regionalizado em Santa Catarina não indica regiões no risco gravíssimo (cor vermelha) e nem no risco grave (cor laranja) para a Covid-19.  A Matriz foi divulgada pelo Governo do Estado neste sábado (9) e aponta 13 regiões como risco potencial alto (cor amarela) e quatro como risco potencial moderado (cor azul).

+

Saúde

Loading...