Com possibilidade de colapso, Joinville terá novos leitos de UTI

Medidas fazem parte da união de Estado e município; ações de combate ao coronavírus serão anunciadas na tarde desta terça-feira (23)

A situação da pandemia do coronavírus na região Norte preocupa. O aumento no número de casos, mortes e o recuo no número de leitos disponíveis para tratamento intensivo preocupam.

Tanto que Joinville, no Norte de Santa Catarina, reativou o comitê de crise e marcou uma coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (23) para anunciar novas ações de enfrentamento ao coronavírus. O município tem, atualmente, apenas 10 leitos disponíveis para atender toda a região.

Novos leitos de UTI devem ser habilitados no Hospital Regional – Foto: Governo Estadual/Divulgação/NDNovos leitos de UTI devem ser habilitados no Hospital Regional – Foto: Governo Estadual/Divulgação/ND

Há mais de três meses consecutivos classificada em situação “gravíssima”, Joinville se concentra na ativação e ampliação da capacidade de atendimento em saúde, além de medidas restritivas mais duras.

Em entrevista à NDTV, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, garantiu que a cidade terá novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ele destacou o porte da cidade e dos hospitais e além das recentes ativações de leito, afirmou que novos serão habilitados.

“Em contato direto, já temos mais oferta no Regional, no Bethesda e também iremos abrir novos no Hans Dieter Schmidt, lembrando que Jaraguá do Sul também está aumentando a oferta de leitos. Visitamos a região, e discutimos ações e esse é um fórum permanente para discutir ações de segurança”, falou.

Joinville já se aproxima dos 57 mil casos confirmados desde o início da pandemia e das 700 mortes em decorrência da Covid-19.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde