Com sangramento no estômago, prefeito de SP é intubado na UTI

Bruno Covas trata, desde 2019, um câncer na cárdia, órgão de transição entre estômago e esôfago; ele se licenciou do cargo neste domingo (2)

Lutando contra um câncer, o prefeito licenciado de São Paulo (SP), Bruno Covas, foi transferido nesta segunda-feira (3) para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital Sírio Libanês. Ele foi intubado após a descoberta de um sangramento no estômago.

Bruno Covas se licenciou do cargo para o tratamento contra o câncer. – Foto: Reprodução/InstagramBruno Covas se licenciou do cargo para o tratamento contra o câncer. – Foto: Reprodução/Instagram

Ele havia sido internado no domingo (2) para realizar exames de sangue, de imagens e endoscópico, com o objetivo de prosseguir o tratamento quimioterápico e imunoterápico.

Segundo o boletim médico divulgado nesta segunda, a endoscopia mostrou um sangramento no local do tumor inicial, agora controlado com medidas de hemostasia local. Após o sangramento, Covas foi submetido à intubação oro-traqueal.

O prefeito licenciado é atendido por equipes coordenadas pelos médicos David Uip, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e Roberto Kalil Filho.

Veja o boletim médico de Bruno Covas. – Foto: ReproduçãoVeja o boletim médico de Bruno Covas. – Foto: Reprodução

Covas se licencia do cargo

No domingo, após ser internado para exames, Bruno Covas anunciou que se licenciaria do cargo de prefeito de São Paulo (SP) por 30 dias, a partir desta segunda-feira, para se dedicar ao tratamento médico de um câncer.  Quem assumiu o posto é o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB).

O prefeito, de 40 anos, trata desde 2019 um câncer na cárdia, órgão de transição entre estômago e esôfago, com metástase no fígado. Ao longo da última internação, que durou 12 dias, foram descobertos novos pontos afetados no fígado e nos ossos.

+

Saúde