Complexo Hospitalar será construído com parceria público-privada em Florianópolis

Hospitais Celso Ramos, Joana de Gusmão e Carmela Dutra se somarão ao Nereu Ramos e vão funcionar todos no mesmo local

Com cerca de R$ 100 milhões de déficit na área da saúde, o governo de Santa Catarina anunciou que a solução encontrada é implantar parceria público-privada. O intuito, conforme o Executivo, é tentar melhorar o atendimento dos hospitais de Florianópolis.

Na manhã desta segunda-feira (6), durante coletiva de imprensa, o governador Carlos Moisés (PSL) apresentou projeto para a criação do Complexo Hospitalar da Capital, com concessão de serviços privados. 

Complexo Hospitalar de Florianópolis foi apresentado durante coletiva nesta manhã – Foto: Julio Cavalheiro/SECOMComplexo Hospitalar de Florianópolis foi apresentado durante coletiva nesta manhã – Foto: Julio Cavalheiro/SECOM

Com a iniciativa, os hospitais Governador Celso Ramos, Infantil Joana de Gusmão e Maternidade Carmela Dutra se somarão ao Hospital Nereu Ramos e funcionarão todos no mesmo local. A previsão é de que o projeto, no papel, fique pronto em até 20 meses. 

Após esse período, o governo abrirá uma licitação para as empresas interessadas em participar do negócio. Alguns serviços que hoje são feitos pela Secretaria de Saúde, a partir da criação do complexo, serão repassados para a iniciativa privada. 

“A gente vai conceder serviços como alimentação, estacionamento, vigilância e outros. Da crise que a gente sabe que existe na Saúde, a gente tem que ver uma oportunidade de gerar emprego e recursos”, disse Moisés durante o encontro com a imprensa. 

Hospitais Celso Ramos, Joana de Gusmão e Carmela Dutra se somarão ao Nereu Ramos e vão funcionar todos no mesmo local – Foto: Google Earth/ReproduçãoHospitais Celso Ramos, Joana de Gusmão e Carmela Dutra se somarão ao Nereu Ramos e vão funcionar todos no mesmo local – Foto: Google Earth/Reprodução

Em 2019, Santa Catarina foi contemplada com US$ 80 mil do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para estudos e criação do projeto. Para a execução, o governo estadual acredita que serão necessários R$ 500 milhões. 

Não há, porém, data para o início das obras, número de servidores e possível ampliação dos atendimentos. O governo do Estado também não informou se a parceria pode se estender aos servidores.

Leia também:

Problemas

Mesmo com os esforços para saldar a dívida da saúde no Estado, as unidades hospitalares de Florianópolis ainda sofrem com problemas estruturais. Em setembro, um princípio de incêndio atingiu o Hospital Governador Celso Ramos.

Semanas depois, um curto-circuito também foi registro e, com as sucessivas ocorrências, a unidade foi alvo de inquérito do Ministério Público por irregularidades nos alvarás.

A unidade opera sem Projeto de Combate a Incêndio aprovado pelos Bombeiros e Habite-se. Nesta segunda, o diretor do hospital foi exonerado.

Na Maternidade Carmela Dutra, a falta de funcionários prejudicou mais de 800 cirurgias em maio do ano passado.

Já no Hospital Infantil Joana de Gusmão, a ala de queimados está com obras paradas, operando com apenas cinco leitos para atendimento de crianças na especialidade.

Construção do Centro de Parto poderá ser prejudicada

Com a mudança da Maternidade Carmela Dutra para um terreno ao lado do Hospital Nereu Ramos, o projeto do Centro de Parto Humanizado que deveria ser construído na Avenida Mauro Ramos, no Centro, poderá ser prejudicado.

Isso porque uma das condicionantes para a implementação do programa era a existência de uma maternidade de referência a cerca de 20 minutos do prédio. 

“A gente ainda não sabe o que fazer com o prédio que deixará de ser utilizado, mas a nossa intenção é fazer com que o complexo hospitalar tenha espaço mais humanizado, que é uma necessidade das gestantes”, afirmou o secretário de Saúde, Helton Zeferino.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...