Conheça Amália, milésima bebê a nascer em maternidade de Brusque

Imigrantes Hospital e Maternidade atua desde 2018 na cidade e comemorou o nascimento da pequena

A pequena Amália é o milésimo bebê que a equipe do Imigrantes Hospital e Maternidade, de Brusque, ajudou a trazer ao mundo desde a inauguração no segundo semestre de 2018. O nascimento de Amália foi motivo de comemoração entre médicos, enfermeiros e setor administrativo da unidade hospitalar.

Entre as comemorações, os pais de Amália, Bianca e Renan Sossella, receberam flores do hospital e contaram porque escolheram a maternidade para ter a bebê.

“Escolhemos o Imigrantes por indicação do obstetra e devido a estrutura e suporte. Fomos informados e felicitados sobre a nossa filha ser a milésima bebê da maternidade. Ficamos muito felizes com o carinho”, contam Bianca e Renan, que também são pais de Luísa, 3 anos.

Amália e a mamãe Bianca recebeu flores, em uma homenagem da instituição – Foto: Imigrantes Hospital e Maternidade/DivulgaçãoAmália e a mamãe Bianca recebeu flores, em uma homenagem da instituição – Foto: Imigrantes Hospital e Maternidade/Divulgação

Durante as comemorações, a gerente de operações do hospital, Fernanda Rodrigues relembrou a expectativa de todos para a chegada do pequeno Nicholas – primeiro bebê da maternidade. Filho de Graziella e Jonathan Ribeiro, que nasceu em novembro de 2018.

“Foi uma experiência maravilhosa, fomos super bem tratados. Sabíamos que seríamos os primeiros a usar a maternidade, mas o médico nos deixou muito confiantes”, conta o pai. Atualmente a família vive em Joinville (SC).

Nicholas foi o primeiro bebê da maternidade e é filho de Graziella e Jonathan Ribeiro – Foto: Imigrantes Hospital Maternidade/DivulgaçãoNicholas foi o primeiro bebê da maternidade e é filho de Graziella e Jonathan Ribeiro – Foto: Imigrantes Hospital Maternidade/Divulgação

Para a gerente de operações, a comemoração de mil nascimentos no hospital é um momento importante para toda a equipe e também para a comunidade brusquense.

“É um momento muito especial. Receber a Amália, nossa milésima bebê, nos motiva ainda mais a superar os desafios diários. Especialmente agora durante a pandemia, precisamos muito de boas notícias e essa marca é uma delas, aliada a confiança que recebemos da comunidade regional”, avalia Fernanda.

Feliz coincidência

Por coincidência, o médico responsável por trazer tanto Amália, quanto Nicholas ao mundo, foi o médico ginecologista e obstetra, Darlei Colzani. Para ele, o sentimento é de gratidão.

“Primeiramente às pacientes, que me deram a oportunidade de poder mostrar o meu trabalho, e em segundo lugar aos responsáveis pela reabertura do hospital. Sem o Imigrantes e minhas pacientes eu não poderia comemorar esses números. Por isto, gratidão eterna”, afirma.

Amália, a bebê n° 1000, nasceu na última semana, em Brusque – Foto: Imigrantes Hospital e Maternidade/DivulgaçãoAmália, a bebê n° 1000, nasceu na última semana, em Brusque – Foto: Imigrantes Hospital e Maternidade/Divulgação

Período de portas fechadas

O médico ressalta que o primeiro parto foi muito especial. “Uma sensação inesquecível. Só quem viu o nosso querido hospital de portas fechadas por quase dois anos, entende o que tento expressar. Todos os demais partos foram importantes, é claro. Pra mim, cada nascimento é uma comemoração, uma satisfação pessoal que não tem preço. O milésimo foi muito interessante e não programado, pois eu nem imaginava esse número. Também me deixou muito feliz, pois tive a oportunidade de trazer ao mundo um bebê filho de dois colegas médicos, a quem agradeço imensamente pela confiança”, frisa.

A pediatra e coordenadora da Pediatria do Hospital Imigrantes, Kaline Canal, também assistiu à chegada do primeiro e da milésima bebê.

“Poder fazer parte dessa equipe e acompanhar o crescimento do Hospital, me traz um sentimento de gratidão e honra. Quando pude participar do primeiro nascimento no Imigrantes foi como a concretização de um grande projeto que estava dando certo. Me lembro da felicidade de todos os envolvidos e da alegria dos pais ao receber o Nicholas. Presenciar o nascimento de um bebê é um momento de muita emoção, sempre!”, ressalta.

Segundo ela, o nascimento de Amália – a bebê 1000 do Imigrantes –  relembrou todo o caminho percorrido pelo hospital até aqui.

“Para mim, é de uma alegria imensa fazer parte desses momentos. Sou apaixonada por bebês e pelo meu trabalho. Acredito em oferecer um atendimento de excelência, cheio de amor, humanização e com toda segurança e suporte necessários para o bebê e sua família!”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde