Lojistas do Floripa Shopping oferecem consultoria virtual, troca estendida e delivery

Floripa Shopping investe em soluções como drive-thru e delivery para consumidores e lojas mudam forma de operação para garantir atendimento com segurança durante a pandemia

Serviço de drive-thru do Floripa Shopping atrai consumidores que querem adquirir de forma rápida e prática – Foto:e

Mudança na forma de atendimento, investimento em tecnologia e oferta de novos serviços são algumas ações adotadas pelo Floripa Shopping para oferecer proteção aos consumidores durante a pandemia. Desde março, o shopping adotou uma série de medidas. 

Além do cumprimentos dos decretos do Governo do Estado e da prefeitura de Florianópolis, o shopping também segue um protocolo rigoroso de segurança estabelecido pela Associação Brasileira de Shoppings Centers, que foi desenvolvido com consultoria do Hospital Sírio Libanês.

O shopping se reinventou na relação com o cliente para garantir o atendimento com segurança. “O grande diferencial foi o lançamento do drive-thru e do delivery”, diz a gerente de marketing do Floripa Shopping, Claudine Scheidt.

O drive-thru foi criado no final de abril para os filhos que queriam comprar o presente do dia das mães com conforto e segurança. Funcionou e o serviço foi estendido por tempo indeterminado junto com a opção de delivery. 

“O cliente pode optar por comprar das suas lojas preferidas para receber em casa ou retirar aqui na porta de acesso do shopping”, diz Scheidt.

Atendimento por WhatsApp

Floripa Shopping – Foto: Divulgação

Laísa da Costa, que coordena uma loja de produtos de maquiagem, atende os clientes pelo celular. “O cliente faz o pedido pelo WhatsApp. A gente separa, faz a higienização com álcool gel, deixa tudo certinho na sacola e ao descer, a gente também higieniza a máquina de cartão e entrega pra ele no carro”, diz.

Para escolher a maquiagem de forma online, a tecnologia ajuda. “A gente tem um espelho virtual onde a gente consegue mostrar para a cliente como ela ficaria com aquele produto”.

Troca estendida e roupas em quarentena

No setor de vestuário, as lojas também têm se reinventado. Com a prova de roupa proibida, o papel do atendente assume uma proporção ainda maior com dicas de estilo, processo de higiene rigoroso e troca facilitada.

Floripa Shopping – Foto: Divulgação

“O cliente compra a peça, vai na casa dele e prova. A gente está com um prazo de troca maior, que é 90 dias, então isso possibilita para o cliente um prazo de troca para até daqui três meses”, diz o gerente de loja Lucas Passos.

Em caso de troca, a peça vai para uma espécie de quarentena antes de ser higienizada. “Caso ele precise trocar, a gente deixa essa peça por 48 horas no nosso provador sem contato com nenhum cliente ou colaborador e depois passa ela com nosso steamer (passadeira a vapor)”, diz Passos.

“Essa é uma forma de tentar esterilizar tirar algum vírus que tenha na peça e também para que o cliente não traga a peça direto e a gente não jogue ela na área de venda de novo”.

Academia higienizada 90 vezes mais do que prevê o decreto

Na academia que fica dentro do shopping, o treino só ocorre com hora agendada para que a lotação do espaço não ultrapasse 30% da capacidade. De hora em hora, todos saem, a academia conta o número de pessoas, higieniza os aparelhos e libera a entrada novamente. 

Floripa Shopping – Foto: Divulgação

O modelo de operação foi construído do zero já que florianópolis foi uma das primeiras cidades a fechar e a fazer a reabertura. “A primeira coisa que a gente fez foi falar com quem tinha acabado de reabrir na China”, diz o empresário Leo Yamada, que forneceu exame de testagem de Covid para todos os funcionários e terceirizados da academia.

Um equipamento especial foi adquirido para higienizar o espaço. “A gente nebuliza todos os equipamentos da academia com um produto nível hospitalar de amônia. O decreto exige que a gente faça isso uma vez por mês, a gente faz isso 3 vezes ao dia”, diz Yamada.

Normas de proteção contra a Covid-19

Conheça algumas medidas adotadas no Floripa Shopping para cuidar da saúde dos consumidores

  • Medição de temperatura ao entrar no shopping
  • Disponibilização de dispensers de álcool pelos corredores e nas lojas
  • Higienização constante das superfícies
  • Separação das mesas na praça de alimentação
  • Cancelas automáticas no estacionamento para evitar contato físico
  • Portas abertas e limpeza do ar-condicionado para qualidade do ar
  • Serviço de drive-thru e delivery para compras à distância
  • Disponibilização de QR Code da prefeitura 
  • Controle do número de pessoas para evitar aglomeração
  • Uso obrigatório de máscara nas dependências do shopping

Álcool gel 

Desde março, o shopping adquiriu mais de 400 litros de álcool para a higiene das mãos e para a limpeza. 

  • 374 litros de álcool em gel
  • 54 litros de álcool líquido
+

Nossos Shoppings