Coronavírus: 15 pessoas, em média, por dia apresentam sintomas e fazem testes em Joinville

Desde o início da pandemia, foram realizados 941 testes na maior cidade do Estado; meta é ampliar e atingir 10% da população, cerca de 60 mil pessoas nos próximos 90 dias

A cada dia surgem novos estudos científicos e análises a respeito do avanço do coronavírus no mundo e todos concordam que a testagem em massa é uma das principais estratégias para identificar, isolar e tratar (se necessário) os infectados. E, desta forma, atenuar a curva ascendente da doença.

Ocorre, no entanto, que falam testes no mercado. Os disponibilizados pelos governos Federal e Estadual aos municípios são insuficientes e, por isso, somente pessoas que apresentam sintomas são submetidas à análise.

Maioria dos testes para infecção por coronavírus é feita no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) – Foto: Pixabay/NDMaioria dos testes para infecção por coronavírus é feita no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) – Foto: Pixabay/ND

De acordo com estudo da Univille em conjunto com a UFSC e uma universidade do Canadá, a quantidade de casos não documentados, porém capaz de transmitir a doença, é uma característica epidemiológica crítica que modula o potencial da pandemia de um vírus respiratório emergente.

E, dependendo da transmissibilidade e do número de infectados assintomáticos, uma parcela da população muito maior do que a efetivamente contabilizada é exposta ao vírus, aumentando vertiginosamente a taxa de propagação.

Por essa razão, muitas cidades catarinenses estão correndo para comprar testes rápidos. Joinville, por exemplo, abriu licitação no dia 27 de março para compra de um lote com 18 mil testes rápidos, mas ainda não chegaram. Estão presos em porto e expectativa é que cheguem agora no mês de maio.

Além disso, mais 18 mil testes serão adquiridos pelo município em um segundo lote e a iniciativa privada já sinalizou a compra de aproximadamente 8 mil testes.

Joinville quer testar 10% da população

A maior cidade do Estado quer testar pelo menos 10% da população. Para isso, seriam necessários perto de 60 mil testes. Para fechar a conta, outros 16 mil testes serão adquiridos ou por meio de convênio com o governo do Estado ou comprados pelo município, informou a Secretaria de Saúde.

Desde a instalação do Comitê de Contingência do Coronavírus em Joinville, em 27 de fevereiro, 941 testes foram realizados, o que dá uma média de 14,7 testes por dia; 701 foram descartados e 49 estão aguardam resultado.

Entretanto, se fizer um recorte só nas últimas duas semanas, a média sobe para 24 notificações por dia. Ainda assim, o número não é o ideal para revelar o real cenário no município.

Em contraponto ao baixo número de testes, o secretário de Saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva, fez questão de destacar que desde o dia 23 de abril, a testagem foi ampliada no município por meio do Centro de Triagem e a partir de segunda-feira (4) todos os pacientes sintomáticos nos hospitais e PAs, tanto da rede pública quanto privada, serão testados.

Jean Rodrigues da Silva, secretário de Saúde de Joinville – Foto: ReproduçãoJean Rodrigues da Silva, secretário de Saúde de Joinville – Foto: Reprodução

Também haverá ampliação de testagem de assintomáticos nas Instituições de Longa Permanência de Idosos e e sintomáticos e assintomáticos entre profissionais de saúde, forcas de segurança e salvamento.

“Nos próximos 90 dias, vamos alcançar 60 mil joinvilenses testados e fazer um estudo populacional da disseminação do coronavírus. Dessa forma, poderemos tomar as medidas mais adequadas para o retorno das atividades tendo segurança em relação aos leitos hospitalares”, assinalou o secretário.

Sistema único de informação

Jean afirmou, ainda, que Joinville conta com um sistema de informação único que capta todas as informações de testes rápidos feitos em todos os laboratórios e farmácias da cidade, tanto os positivos quanto os descartados.

Quem faz testes na cidade são os hospitais (pessoas internadas que apresentam suspeitas), Pronto Atendimentos (pacientes com sintomas severos) e o Centro de Triagem. Na rede particular, convênios com hospitais particulares geralmente oferecem a possibilidade de testes a quem apresentar sintomas característicos da Covid-19. E, agora, também farmácias estão autorizadas a realizar exames.

Joinville tem 590.466 mil habitantes e 191 casos confirmados (até 31 de abril), índice de 3,18 por dez mil habitantes.

Como está funcionando a testagem em algumas cidades da região:

SÃO FRANCISCO DO SUL
População: 52.721
Número de testes: 102 (média 2,0 testes/dia)
Casos confirmados: 7 e um óbito

A cidade iniciou as investigações de Covid19 em 12/3/2020. Desde então, foram realizadas 102 coletas. Diariamente, as coletas são enviadas ao Lacen, em Florianópolis. Os laboratórios privados também testam na cidade e todo o caso positivo deve ser notificado à Vigilância Epidemiológica Municipal. São Francisco do Sul recebeu da Secretaria de Estado da Saúde  240 testes rápidos para serem usados em profissionais de saúde, segurança e salvamento. E agora está tentando viabilizar a compra de mais 1000 testes rápidos.

ARAQUARI
População: 38.129
Número de testes: 16 testes
Caso confirmado: 1

O município recebeu um lote de testes rápidos do Estado, mas estes estão voltados exclusivamente aos profissionais de saúde que apresentarem sintomas. A Prefeitura tentou, por três vezes, comprar testes rápidos, mas o fornecedor recuou por falta de material. Araquari conta com um Centro de Triagem montado em um dos prédios do Instituto Federal Catarinense. O atendimento acontece de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

JARAGUÁ DO SUL
População: 177.697
Número de testes: 138, todos enviados ao Lacen.
Casos confirmados: 24

A Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul adquiriu 2.000 kits para fazer os testes rápidos. O material já deveria ter chegado ao município, mas há dificuldade na entrega em todo país. A cidade também receberá uma remessa do Estado, mas ainda sem prazo nem quantidade definida.

GUARAMIRIM
População: 44.819
Número de testes: 48
Casos confirmados: 4

O município recebeu, dia 28/4, 100 testes rápidos do Governo do Estado.
Além disso, a Prefeitura informou que está comprando mais testes rápidos, porém não há previsão para serem entregues.

BARRA VELHA
População: 29.168
Número de testes: 7
Caso confirmado: 1

A Prefeitura informou que a cidade recebeu apenas 40 testes rápidos de uso exclusivo para Vigilância Epidemiológica. Portanto, se alguém apresentar os sintomas, a Vigilância fará a coleta e encaminhará ao Lacen.

Leia também:

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...