Coronavírus: 16 hotéis disponibilizam hospedagem para profissionais da saúde em SC

Estadia será destinada aos trabalhadores que moram com pessoas do grupo de risco da doença; gestão e utilização ficarão a cargo da Defesa Civil

Ao menos 16 hotéis disponibilizaram quartos para hospedar profissionais da saúde que trabalham no combate ao coronavírus em Santa Catarina. A gestão e utilização dos locais ficarão a cargo da Defesa Civil.

Foto: Pixabay/ND

A estadia será destinada aos profissionais que moram com idosos, crianças ou pessoas do grupo de risco da doença. Funcionários da saúde que apresentarem sintomas da Covid-19 também devem ser isolados.

Segundo o diretor-presidente da ABIH-SC (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Osmar Vailatti, as negociações entre os estabelecimentos e a secretaria de Saúde ocorreram nas últimas semanas. Um documento da associação foi entregue ao Ministério Saúde, que passou a orientar outros estados a fazer o mesmo. 

“É uma iniciativa louvável, uma visão moderna e futura dos hoteleiros de Santa Catarina, dando as mãos aos profissionais da saúde, ao Ministério e à secretaria de Saúde, na busca por suporte a esse trabalho tão importante”, disse Vailatti.

Leia também:

Em Florianópolis, um hotel localizado no Centro da cidade emprestou 35 quartos para enfermeiros, médicos e outros profissionais que se contaminarem com o vírus durante o trabalho. De acordo com o secretário de Turismo da Capital, Juliano Pires, os funcionários serão mantidos em isolamento no local “até se restabelecerem”.

Além dos 35 leitos, a Capital estuda ainda a disponibilização de outras quartos para alocar os servidores que precisarem de isolamento. “A princípio, esses outros serão pagos, mas ainda estamos discutindo”, disse Pires. 

Nesta manhã de segunda-feira (6), as secretarias de Turismo, Assistência Social e Saúde se encontraram para discutir essas ações. 

A rede de hotelaria de Santa Catarina está proibida de receber novos hóspedes. A determinação está publicada no decreto estadual de 17 de março. Outras atividades como cultura e alguns tipos de comércio também seguem fechados.

+

Saúde