Coronavírus: IBGE adia censo para 2021

Realizados a cada dez anos, estatística nacional começaria em agosto; decisão também valerá para a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua)

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) decidiu adiar a realização do Censo Demográfico para 2021. A informação foi divulgada pelo instituto nesta terça-feira (17).

O motivo do adiamento é o avanço do novo coronavírus, que já matou pelo menos uma pessoa no Brasil, e tem 291 casos confirmados e mais de 8 mil suspeitos até esta terça-feira (17).

Instituto segue estudando alternativas para continuar com a pesquisa – Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias/NDInstituto segue estudando alternativas para continuar com a pesquisa – Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias/ND

Segundo nota enviada pelo IBGE, a decisão de adiar o censo leva em conta a impossibilidade de realizar o treinamento para quem vai trabalhar com a coleta dos dados. A primeira etapa de treinamento estava prevista para abril.

PNAD

O Conselho Diretor do IBGE decidiu suspender também a coleta domiciliar PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua ). A medida foi tomada considerando o quadro de emergência da saúde pública causado pelo COVID-19 e as orientações do Ministério da Saúde.

Leia também:

O IBGE segue estudando alternativas para a realização da pesquisa de modo que não envolvam visitas a domicílios. Toda e qualquer opção ou possibilidade será antes testada e validada para assegurar os padrões de qualidade e excelência do corpo técnico do instituto, buscando preservar a série histórica dos dados.

+

Saúde