Coronavírus: SC tem 4.332 casos e 78 mortes, alta de 512 casos e cinco mortes em 24h

Em pronunciamento, gestão estadual deve fazer atualização sobre os casos e mortes pela pandemia em Santa Catarina

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, confirmou que Santa Catarina já tem 4.332 casos e 78 mortes pelo novo coronavírus. A atualização foi feita durante pronunciamento, no início da noite desta quinta-feira (14). Os novos números significam alta de 512 casos e cinco mortes em 24 horas.

A taxa de letalidade está em 1,8%, o que deixa o governo tranquilo, segundo a pasta. Também são 2.333 pacientes recuperados, enquanto outros 1.921 são caracterizados como ativos. Os casos confirmados estão em 166 cidades, ao passo que as mortes são distribuídas em 40 cidades.

As últimas cinco mortes foram de três mulheres, de Criciúma (60 anos), Concórdia (55) e Navegantes (78), das quais a última tinha registro de comorbidades. As outras duas são de dois homens, ambos moradores de Laguna, de 89 e 52 anos. O mais jovem tinha registro de comorbidades e morreu na Bahia.

Como de costume, às terças e quintas-feiras foi realizado somente um pronunciamento, sem responder perguntas de jornalistas, o que ocorre nas coletivas às segundas, quartas e sextas.

Leia também:

Motta reafirmou insatisfação com os índices de isolamento, que estão na faixa dos 40%, uma alta de pouco mais de um ponto percentual com relação aos últimos dois dias.

Segundo o secretário, “somos sabedores” que para que o isolamento tenha um efeito prático esse número teria que estar na casa dos 70%. “Em algum momento acabamos relaxando quando não deveríamos ter relaxado (…) começamos a apresentar sinais de um aumento indesejado da doença.

O secretário também destacou o número de casos e mortes por milhão, atestando que Santa Catarina tem 605 casos a cada 1 milhão de habitantes e 10,9 mortes também a cada 1 milhão de habitantes. No Brasil, são 777 casos e 53 mortes a cada 1 milhão de habitantes.

Contudo, afirmou que a gestão está “convicta de que está fazendo a coisa certa”, mas também ressaltou que necessita de “participação da população”, reafirmando a necessidade de manter o isolamento social na medida do possível.

Ocupação dos leitos de UTI

A gestão também reportou que são 124 pacientes em tratamento intensivo, dos quais 74 necessitam de ventilação mecânica, 74 são confirmados e 50 são suspeitos.

Até então, 312 já receberam alta da UTI para a enfermagem.Cada paciente permanece, em média, 14,2 dias ocupando um leito.

Atualmente são 1210 leitos de UTI em todo estado, dos quais os leitos novos, direcionados para o tratamento da Covid-19, são 396. No total, os leitos estão com taxa de ocupação de 19,66%.

Na mesa estava, juntamente com o secretário, o superintendente do Ministério da Saúde em Santa Catarina, Rogério Ribeiro, que afirmou enfoque na integração da pasta federal com a coordenação do estado.

“O fluxo da informação é o nosso principal objetivo aqui, a gente sabe da dificuldade que temos, de relação com Brasília, devido a situação complexa que a gente vive”, pontuou.

Assista o pronunciamento:

+

Saúde

Loading...