Coronavírus: sobe para 252 o número de casos suspeitos no Brasil

Dois pacientes foram diagnosticados com a doença e estão em quarentena; ambos são de São Paulo e estiveram na Itália

O Ministério da Saúde atualizou os números da Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde (IVIS) e registrou que subiu de 207 para 252 casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil. Os casos confirmados da doença continuam sendo os dois já informados, no Estado de São Paulo, de pacientes que voltaram de viagem à Itália. Segundo os dados da Plataforma IVIS, outros 89 casos foram descartados.

Brasil tem dois casos confirmados de coronavírus e 252 sob monitoramento do Ministério da Saúde – Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Estadão ConteúdoBrasil tem dois casos confirmados de coronavírus e 252 sob monitoramento do Ministério da Saúde – Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Leia também:

Mais cedo, o ministério havia informado que os números só seriam atualizados nesta segunda-feira, às 16h, em razão da mudança no fluxo dos dados dos casos registrados no País. No entanto, a Plataforma IVS foi atualizada às 15h05 deste domingo.

São Paulo continua como o Estado com maior número de casos suspeitos, 136 pelo boletim atualizado. Em seguida, Rio Grande do Sul, com 27, e Rio de Janeiro, com 19.

Casos suspeitos em Santa Catarina

Até o momento, Santa Catarina tem nove casos suspeitos, distribuídos nas cidades de Joinville (4) Balneário Camboriú (2), São Bento do Sul (2) e Florianópolis (1), porém nenhum deles está internado.

Os casos de Santa Catarina são todos de pessoas que voltaram de viagem de países considerados focos de transmissão da doença. Outros quatro casos já tinham sido descartados, nas cidades de Rio do Sul, Brusque e dois na capital.

Para que o caso seja considerado suspeito, segundo o médico infectologista Marcelo Mulazani, são três situações: febre, sintoma respiratório e ter vindo de algum país com alerta do vírus; febre, sintoma respiratório e ter contato com alguém que já está sob suspeita; e febre, sintoma respiratório e ter tido contato com o caso confirmado.

+

Saúde