Covid-19: Bolsonaro lamenta morte de Paulo Gustavo em rede social

Presidente disse que ator conquistou todo o Brasil "com talento e carisma" e pediu que "Deus conforte o coração de seus familiares e amigos"

O presidente Jair Bolsonaro lamentou a morte do ator e diretor Paulo Gustavo no fim da noite desta terça-feira (4) devido a complicações da Covid-19 em uma rede social. O artista estava internado desde o dia 13 de março deste ano em um hospital particular no Rio de Janeiro.

Internado desde 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro, ator não resistiu às complicações da doença nesta terça (4) – Foto: Reprodução/ Twitter Jair BolsonaroInternado desde 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro, ator não resistiu às complicações da doença nesta terça (4) – Foto: Reprodução/ Twitter Jair Bolsonaro

Na postagem, o presidente disse que artista “com talento e carisma conquistou todo o Brasil”. E ainda pediu que “Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos”, escreveu.

Outros políticos também lamentaram a morte do artista. “Brasil perde Paulo Gustavo. Um dos maiores nomes do showbiz do Brasil na última década. Paulo Gustavo deixa enorme legado ao teatro, tv e cinema do país. Meus sentimentos aos familiares e amigos”, escreveu o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), em sua conta em uma rede social.

“Em nome da Câmara, manifesto a minha solidariedade e a de todos deputados aos familiares e amigos do ator Paulo Gustavo. Sua obra e seu talento conquistaram a alegria e a admiração de todos e sua partida, tão cedo, deixa enorme tristeza, vazio e dor no coração dos brasileiros”, disse o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP).

Muitos famosos também se manifestaram sobre Paulo Gustavo, dentre eles, sua grande amiga Tata Werneck. A morte, aos 42 anos, aconteceu após mais de 50 dias de internação.

Na última segunda-feira (3), o humorista apresentou piora significativa nos sinais vitais após identificação de uma embolia, que afetou, entre outras coisas, o sistema nervoso central. Diante do agravamento da situação, o quadro clínico ficou irreversível. A informação da morte foi confirmada por meio de comunicado oficial divulgado pela assessoria de imprensa de Paulo.

+

Saúde

Loading...