Covid-19: Brasil ultrapassa a Espanha e registra 27.878 mortes

De acordo com boletim do Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas foram registrados 1.124 óbitos no País

O Brasil acaba de ultrapassar a Espanha e, agora, é o quinto país em número total de mortes pela Covid-19 em todo o mundo.

Segundo o Ministério da Saúde, em balanço divulgado nesta sexta-feira (29), foram notificados 1.124 novas mortes nas última 24 horas, com 27.878 vítimas fatais. A Espanha registra 27.121 mortes desde o início da pandemia.

Santa Catarina teve alta de 530 casos e três mortes em um dia, totalizando 8.530 confirmações e 134 mortes pelo novo coronavírus – Foto: Divulgação/ND

Diante dos dados apresentados pela pasta, o País também se aproxima da França, quarta no ranking, com 28.665 pessoas mortas.

Na ponta, de acordo a Universidade Johns Hopkins, estão os Estados Unidos (102.201), enquanto Reino Unido (38.243) e Itália (33.229) aparecem logo na sequência.

Leia também:

Em relação ao contingente de infectados, as secretarias estaduais e municipais de saúde confirmaram uma alta de 26.928 casos entre quinta (28) e esta sexta (29).

Com isso, o Brasil tem agora 465.166 confirmações do novo coronavírus. Por outro lado, pelas estimativas do Governo Federal, no entanto, 189.476 pessoas já estão recuperadas da Covid-19.

Integram o grupo, de acordo com o Ministério da Saúde, todos os diagnosticados que enfrentaram os 14 dias de quarentena preventiva e, também, aqueles que receberam alta dos leitos hospitalares.

O epicentro da doença no país ainda é São Paulo 101.556 casos e 7.275 mortes. O Sudeste soma 171.644 casos, enquanto Nordeste tem 156.106, Norte tem 100.916, o Sul tem 21.000 e o Centro-Oeste fica com 15.500 confirmações.

Casos em Santa Catarina

Santa Catarina teve alta de 530 casos e três mortes em um dia, totalizando 8.530 confirmações e 134 mortes pelo novo coronavírus. Também são 4.818 pacientes recuperados e 3.578 ativos. A taxa de letalidade é de 1,57%.

As informações são da última atualização dos dados epidemiológicos, desta sexta-feira (29). A alta expressiva segue uma sequência de altas desde o dia 20.

Desde então, todas as confirmações tem acrescido aproximadamente 100 casos. Nas últimas duas atualizações anteriores a esta foram de 356 e 628 novos casos confirmados.

As mortes mais recentes são de três homens, nas cidades de Criciúma (67 anos), Entre Rios (54 anos) e Xanxerê (54 anos), sendo que esse último não fazia parte de grupos de risco.

+

Saúde