Covid-19: Chapecó já realizou quase 60 mil testes desde março

Mais de 41 mil exames tiveram diagnóstico negativo para o novo coronavírus

Cerca de 26,4% da população de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, já realizou algum tipo de exame para identificar se teve contato com a Covid-19, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Conforme estimativa de 2020 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município tem aproximadamente 224 mil habitantes.

Praça localizada no bairro São Pedro. – Foto: Luciano da Luz/Arquivo/NDPraça localizada no bairro São Pedro. – Foto: Luciano da Luz/Arquivo/ND

A porcentagem da testagem representa 59.226 exames realizados no município desde março do ano passado, quando foram confirmados os primeiros casos do novo coronavírus em Chapecó. Desse montante, 41.881 exames tiveram diagnóstico negativo para a doença respiratória. 

Até às 8h desta quarta-feira (3), conforme boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, eram 16.870 testes positivos registrados em Chapecó. Desse total, 15.931 (94%) pacientes já se recuperaram da doença. No entanto, ainda 796 estão em tratamento: 38 internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 42 na enfermaria e 716 em isolamento domiciliar. A Covid-19 matou 143 chapecoenses. 

Chapecó conta com dois hospitais de campanha para atender pacientes que apresentem sintomas relativos à doença. Um dos pontos está instalado no Ginásio de Esportes Ivo Silveira, ao lado da Arena Condá, no Centro, que funciona das 7h às 22h. O outro fica no bairro Efapi, aberto 24 horas e todos os dias, na localidade que concentra o maior número de habitantes no município. 

Segundo a pasta da Saúde, até esta quarta-feira, 796 pessoas aguardavam resultado de exame, pois apresentavam sintomas da doença. 

UTI lotada 

Dos 38 pacientes internados na UTI, 34 estão no HRO (Hospital Regional do Oeste) e quatro no Hospital Unimed, unidade privada. De terça para quarta, apenas um paciente deixou a UTI-Covid. 

A prefeitura anunciou no fim da tarde de terça-feira a abertura de cinco novos leitos de UTI-Covid no Hospital Regional do Oeste. A decisão foi tomada durante reunião em Florianópolis entre o prefeito João Rodrigues, e os secretários de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e da Saúde de Chapecó, Luiz Carlos Balsan, além de outras autoridades. 

“Fizemos uma solicitação em caráter de urgência, pela lotação dos 35 leitos existentes. Acordamos com o Estado e a direção do hospital a abertura imediata de cinco leitos de UTI-Covid. A prefeitura vai colocar à disposição profissionais necessários para a ativação dos leitos”, disse o prefeito.

Durante a reunião também foi tratada a liberação de R$10 milhões pelo Estado para comprar equipamentos para o novo prédio do HRO. “Com estes equipamentos será possível ativar 14 centros cirúrgicos e assim iniciar o mutirão de cirurgias eletivas. Temos gente esperando há mais de dois anos para fazer uma cirurgia”, disse Rodrigues.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde