Covid-19: Como as cidades da Grande Florianópolis vão enfrentar a pandemia?

São José publicou novo decreto municipal nesta segunda-feira (8); Biguaçu deve fazer o mesmo nos próximos dias, mas Palhoça e Florianópolis não sinalizam novas medidas

Passado o período do decreto estadual que estabeleceu regras para dois finais de semana, a expectativa é que o governo do Estado divulgue a reedição do decreto ou a adoção de novas medidas. Enquanto isso não acontece, o ND+ questionou como as cidades da Grande Florianópolis vão enfrentar a pandemia e se haverá alguma ação conjunta.

Vacinação contra Covid-19 inicia nesta sexta-feira (26) em dois pontos em Florianópolis – Foto: André Viero/NDTVVacinação contra Covid-19 inicia nesta sexta-feira (26) em dois pontos em Florianópolis – Foto: André Viero/NDTV

Palhoça e Florianópolis, cidades da Grande Florianópolis, que apresentaram 100% de ocupação nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) nesta segunda-feira (8) não sinalizam novas medidas no enfrentamento da pandemia. São José, por sua vez, divulgou um novo decreto municipal e Biguaçu deve seguir pelo mesmo caminho nos próximos dias.

A expectativa é que haja um movimento de Carlos Moisés (PSL) a respeito deste assunto. Ele assinou uma carta junto de 21 governadores sobre o tema, sinalizando com medidas mais restritivas.

A seguir, veja o que os municípios indicaram sobre medidas que devem ser adotadas para frear os números negativos da pandemia na região.

Palhoça

A Prefeitura de Palhoça informou que não há reunião marcada entre os prefeitos da região, que estariam aguardando o desfecho da reunião entre os governadores.

A assessoria da Prefeitura informou que a cidade tem uma medida mais restritiva, com relação aos horários de funcionamento dos estabelecimentos não essenciais.

Em Palhoça, é permitido o funcionamento de serviços não essenciais no município até as 22h, uma hora mais cedo do que no resto do estado, conforme o decreto 1.172, em vigência até o último domingo (7).

Florianópolis

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Saúde, disse que divulgará novas informações quando houver definição das ações a serem realizadas. Apesar de questionada se havia alguma reunião agendada para debater o assunto, não houve retorno.

São José

A assessoria da Prefeitura de São José informou que não há uma agenda marcada para discutir restrições na pandemia e que o governo do Estado estaria organizando algo nesse sentido.

Em São José, um decreto foi publicado nesta segunda-feira (8), com medidas que a prefeitura de São José vai aplicar sozinha, ou seja, um decreto municipal.

Biguaçu

O prefeito de Biguaçu Salmir Silva (MDB) informou que não há encontro agendado entre os prefeitos da região para analisar o quadro da pandemia. Por outro lado, o prefeito prometeu alguma medida entre terça (9) e quarta-feira (10).

“Estamos com equipes estudando algumas alternativas, sim. Mas não consigo adiantar muito, porque depende da conclusão das análises solicitadas”, disse Salmir da Silva.

HU, mais um hospital da Grande Florianópolis sem leitos de UTIHospital Universitário em Florianópolis é um dos 10 hospitais sem leitos disponíveis para pacientes da Covid-19 na Grande Florianópolis – Foto: Bruno Ropelato/Arquivo/ND

Todos os 10 hospitais da Grande Florianópolis com leitos de UTI para Covid-19 estão ocupados neste momento. Ao todo, a região tem 223 leitos ativos, todos estão ocupados, sendo 154 por pacientes da Covid-19.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde