Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Covid-19: defensoria pede medidas mais enérgicas em Florianópolis

Ofício enviado ao prefeito Gean Loureiro recomenda fiscalização do uso de máscaras em todo o município, controle de aglomerações e testagem em massa para conter a pandemia

Defensora pede fiscalização mais rigorosa sobre o uso de máscaras pela população da Capital – Foto: Anderson Coelho/ND

A defensoria pública estadual emitiu uma recomendação à Prefeitura de Florianópolis para adoção de medidas restritivas mais severas com o objetivo de estancar o aumento de casos de Covid-19, evitando a superlotação das unidades hospitalares.

O ofício enviado ao prefeito Gean Loureiro (DEM) e ao secretário da Saúde, Carlos Alberto Justo da Silva, o Professor Paraná, também pede a fiscalização do uso de máscaras em todo o município, com aplicação de penalidade em caso de descumprimento, e ações para impedir aglomeração de pessoas em locais públicos e privados, com reforço nos finais de semana, feriados, festas de fim de ano e temporada de verão.

A iniciativa é da defensora pública Ana Paula Fischer, coordenadora do Grupo de Apoio às Pessoas em Vulnerabilidade, que recomenda ainda a testagem em massa, para identificar focos da doença, dimensionar seu avanço e definição de políticas públicas adequadas.

Ela deu 10 dias de prazo para implementação das medidas e informou que poderão ser adotadas medidas judiciais caso as providências não sejam efetivadas pelo município. Uma das possibilidades é levar Florianópolis à Comissão Interamericana de Direitos Humanos.