Covid-19: Grande Florianópolis segue vacinando idosos de 65 anos

Estado deve receber novas doses da vacina ainda esta semana; cronograma de vacinação segue normalmente

Santa Catarina deve receber novas vacinas contra a Covid-19 ainda nesta semana. Enquanto isso, as cidades da Grande Florianópolis seguem com o cronograma da vacinação que teve início no final de semana. 

idosa sendo vacinada contra a covidIdosos de 65 anos ou mais ainda podem ser vacinados nesta semana – Foto: PMF/Divulgação

A Capital não terá drive thru nesta terça-feira (13). A primeira dose será aplicada em idosos de 66 anos ou mais em um único local. São José, por sua vez, segue vacinando idosos de 65 e 66 anos, assim como o município de Palhoça que imuniza idosos de 65 anos ou mais. Biguaçu ampliou a campanha nesta segunda-feira (12) e vacina também idosos com idade a partir de 65 anos.

O Grupo ND oferece diariamente informações de casos da Covid-19, leitos, quem está sendo imunizado nas cidades, onde as vacinas estão sendo aplicadas e o que é preciso fazer antes de chegar até o local indicado em cada município.

Confira como está a vacinação na Grande Florianópolis

Florianópolis: 

A Capital está sem pontos de drive thru nesta terça-feira. Florianópolis vacina idosos de 66 anos ou mais com a primeira dose e idosos de 73 anos que precisam receber a dose dois. 

A campanha acontece apenas nos pontos de vacinação para pedestres, com horários diferentes nos dois locais. No final de semana, o município aplicou mais de 13 mil vacinas, entre primeira e segunda dose. 

Onde se vacinar: 

  • Centro de Eventos da UFSC: Das 9h às 16h;
  • Beira-Mar Continental, próximo às quadras: Das 7h30 às 16h30.

Para se vacinar: Os idosos precisam apresentar documento original com foto e aos que já receberam uma dose, devem acompanhar cartão de confirmação do recebimento.

São José: 

São José segue vacinando idosos de 65 e 66 anos. Segundo a prefeitura, o município já vacinou 95% dos idosos dessa faixa etária. A segunda dose segue sendo aplicada em os idosos de grupos anteriores que receberam a dose um.

Onde se vacinar: São José possui três pontos de vacinação que funcionam das 8h às 17h:

  • Arena Petry, na SC-281;
  • Avenida Beira-Mar de São José, próximo ao Procon;
  • Para pedestres:  Estacionamento da UBS Forquilhas. 

O que preciso para vacinar: Para receber a vacina, o idoso deve apresentar comprovante de residência e documento com foto. Para receber a 2ª dose, os idosos precisam apresentar a carteira de vacinação comprovando a aplicação da dose um.

Palhoça: 

Nesta terça-feira (13), Palhoça continua vacinando idosos de 65 anos. A segunda dose acontece em paralelo com a apresentação de documentos que comprovem a aplicação, de qualquer faixa etária que já recebeu a dose um há 21 dias.

No sábado (10), foram aplicadas mais de 700 doses da vacina no município.

Onde se vacinar: A vacinação em Palhoça acontece em sistema drive thru, em dois pontos.

  • Estação Palhoça (Terminal de ônibus da Jotur, na Ponte do Imaruim), das 9h às 16h.
  • Praia da Pinheira – Rua Aderbal Ramos da Silva, das 9h às 13h.

O que preciso para vacinar: Para receber a primeira dose da vacina, os idosos devem apresentar comprovante de residência, documento com foto e o CNS – Cartão Nacional de Saúde.

Biguaçu:

Biguaçu, que fez uma pausa na vacinação no último final de semana, ampliou a campanha nesta segunda-feira. No momento, idosos de 65 anos podem se vacinar. O cronograma de segunda dose nesta semana, terá início na quinta-feira (15) para idosos de 71 ou mais. 

Onde se vacinar: Biguaçu conta com dois pontos de vacinação, que funcionam das 8h às 17h:

  • Estacionamento da Univali, no bairro universitário;
  • Para pedestres: Igreja Matriz São João Evangelista. 

Saiba se você precisa tomar a terceira dose da vacina contra a Covid-19

Uma notícia que circulou nas redes sociais causou dúvidas na população: a possibilidade de aplicação de uma terceira dose da Coronavac para aumentar a eficácia do imunizante.

Segundo o Instituto Butantan, isso não está em discussão no momento e a informação “é alarmista”. Ou seja, não há estudos acerca da necessidade de mais uma dose da vacina para aumentar sua eficácia.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde