Covid-19: Ministério da Saúde confirma segundo caso de reinfecção

Paciente de 41 anos de idade mora no município de Fernandópolis, no interior do estado de São Paulo

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (18) o segundo caso de reinfecção pelo novo coronavírus no Brasil. O caso é de uma paciente de 41 anos de idade residente no município de Fernandópolis, no estado de São Paulo.

A pasta foi notificada pelo ocorrido na quinta (17) pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL). Uma dia antes, São Paulo havia confirmado o primeiro caso dentro do estado.

Primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus foi de uma médica de 37 anos de Natal, no Rio Grande do Norte – Foto: Freepik/ReproduçãoPrimeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus foi de uma médica de 37 anos de Natal, no Rio Grande do Norte – Foto: Freepik/Reprodução

A mulher teve o primeiro resultado da doença em junho, mas se curou. No entanto, 145 dias depois teve novo resultado positivo confirmado.

De acordo com o Ministério da Saúde, os dois casos confirmados de reinfecção por Covid-19 foram investigados conforme os “critérios estabelecidos” para a confirmação da doença, que consideram dois resultados positivos de RT-PCR em tempo real para o vírus SARS-CoV-2, com intervalo igual ou superior a 90 dias entre os dois episódios de infecção.

O primeiro caso de reinfecção por coronavírus no país foi confirmado na última semana pelo Ministério da Saúde. Trata-se de uma médica de 37 anos de Natal, no Rio Grande do Norte, que teve dois diagnósticos positivos para Covid-19 em um intervalo de quase quatro meses.

Além do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, o Ministério conta com mais dois laboratórios de referência para vírus respiratórios no Brasil – Instituto Evandro Chagas, no Pará, e a Fiocruz, no Rio de Janeiro.

A pasta alerta que os casos reforçam a necessidade da adoção do uso contínuo de máscaras, higienização constante das mãos e o uso de álcool em gel. “O governo federal está buscando o mais rápido possível a vacina confiável, segura e aprovada pela Anvisa, para que todos os brasileiros que desejarem possam ser imunizados”, afirma a nota.

+

Saúde

Loading...