Covid-19: novo decreto restringe atividades em Xanxerê

O município está no nível gravíssimo de transmissão da Covid-19 e registrou, nesta segunda-feira (15), a 50ª morte em decorrência do vírus

O prefeito de Xanxerê, no Oeste de Santa Catarina, Oscar Martarello, assinou nesta segunda-feira (15), o Decreto 106/2021  que estabelece novas medidas para o enfrentamento da emergência de saúde pública em decorrência da Covid-19

De acordo com o prefeito, o decreto é necessário em razão do aumento no número de pessoas contaminadas pelo coronavírus, bem como pelo colapso no Hospital Regional São Paulo com a falta de leitos na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e enfermaria.

Coletiva de imprensa realizada para atualização das medidas de combate à Covid-19 em Xanxerê, Na imagem aparece sete pessoas sentadas em um auditório. Entre eles está o prefeito de Xanxerê Oscar Martarello e demais autoridades da saúde e de segurança do município. Coletiva de imprensa foi realizada nesta segunda-feira (15) informando sobre as novas medidas de combate à Covid-19 em Xanxerê. – Foto: Prefeitura de Xanxerê/Divulgação/ND

Situação de alerta

O novo decreto segue orientação da Nota de Alerta Nº. 003/2021 emitida em 12 de fevereiro de 2021 pela SES (Secretaria de Estado da Saúde) que emite recomendações relacionadas à prevenção e controle da Covid-19 para Santa Catarina. 

O documento, que passa a valer a partir desta segunda-feira, determina que ficam suspensas no período de 15 de fevereiro a 1º de março de 2021 algumas atividades. De acordo com Martarello, a suspensão segue independentemente de eventual alteração da posição do município na matriz de risco divulgada pelo Estado de Santa Catarina. 

Veja o que fica proíbido:

  • Atividades esportivas de caráter recreativo, inclusive as escolinhas particulares e programas esportivos desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Esportes;
  • Eventos e competições esportivas organizados pelo poder público ou pela iniciativa privada;
  • Casas noturnas, boates, casas de shows, pubs e afins;
  • Bares, petiscarias, choperias, cervejarias, whiskerias, e outros locais destinados ao consumo predominante de bebidas alcoólicas em qualquer horário;
  • Congressos, feiras e exposições;
  • Eventos sociais, compreendendo casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados, festas infantis e afins, realizados em espaços comerciais ou residenciais;
  • Igrejas e templos religiosos:
  • Piscinas de uso coletivo em clubes sociais, parques aquáticos e similares;

Além disso, fica proibida a permanência de pessoas em praças, vias públicas, pátios de postos de combustíveis e outros espaços onde há risco potencial de ocorrer aglomerações, especialmente naquelas onde acontecem o compartilhamento de chimarrão e de bebidas em geral.

Também está proibido, em estabelecimentos comerciais, clubes e congêneres, atividades coletivas que envolvam jogos de baralho, dominó, sinuca/bilhar, bocha, boliche, entre outros que possam incentivar aglomerações.

Coletiva de imprensa realizada para atualização das medidas de combate à Covid-19 em Xanxerê, Na imagem aparece cinco pessoas sentadas em um auditório. Entre eles está o prefeito de Xanxerê Oscar Martarello e demais autoridades da saúde e de segurança do município. Coletiva de imprensa foi realizada nesta segunda-feira (15) informando sobre as novas medidas de combate à Covid-19 em Xanxerê. – Foto: Prefeitura de Xanxerê/Divulgação/ND

O uso de equipamentos de amplificação sonora ou instrumentos musicais, bem como a realização de shows, voz e violão e eventos em geral que possam incentivar aglomerações também está proibido no município até 1º de março.

As lojas de conveniência de postos de combustíveis deverão suspender diariamente a venda de bebidas alcoólicas a partir das 18 horas. Os restaurantes poderão funcionar exclusivamente das 10 às 14 horas e das 18 às 22 horas, desde que atendidas às medidas sanitárias vigentes.

Os food trucks e similares passam a funcionar exclusivamente nos sistemas Take Away (para retirar no balcão e levar) e Delivery (sistema de entrega), sendo proibido o consumo no local. O horário de funcionamento destes estabelecimentos também deverá ser até às 22 horas.

Descumprimento

O prefeito ressalta que o descumprimento do Decreto acarretará a responsabilização dos proprietários dos estabelecimentos e constituirá infração sanitária nos termos da Lei Estadual nº 6.320/1983 e Lei Municipal nº 2.008/1993.

A fiscalização do cumprimento das restrições estabelecidas ficará a cargo Vigilância Sanitária e Defesa Civil Municipal, com apoio dos órgãos de segurança pública.

O novo decreto reformula a Comissão de Resposta ao Coronavírus no município de Xanxerê, a qual tem o prazo de cinco dias para apresentar proposta de atualização do Plano de Contingência.

Situação da pandemia

O município de Xanxerê registrou a 50ª morte por Covid-19 na madrugada desta segunda-feira (15). A vítima, uma mulher de 72 anos, estava internada na UTI do Hospital Regional São Paulo desde o dia 05 de fevereiro.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica do município, a vítima, que não tinha comorbidades, teve a confirmação da contaminação por coronavírus no dia 08 de fevereiro através de exame RT-PCR.

Até o momento Xanxerê contabilizou 5.360 casos confirmados da doença e 4.821 recuperados. Estão ativos 489 casos e 11 são suspeitos. Estão em internação hospitalar cinco pacientes confirmados e dois suspeitos.

Boletim desta segunda-feira (15). – Foto: Reprodução/Prefeitura de Xanxerê/NDBoletim desta segunda-feira (15). – Foto: Reprodução/Prefeitura de Xanxerê/ND

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde