Covid-19: pesquisa de Itajaí sugere resultados positivos em medicamento homeopático

Medicamento homeopático e distribuídos a moradores desde o dia 29 de abril; pesquisa sugere remédio contribuí para a atenuação dos sintomas da Covid-19

Uma pesquisa realizada pela empresa Dr. Cuidado, contratada pela secretaria de Saúde de Itajaí, acompanhou o uso do medicamento homeopático Camphora officinallis 1M FC  aos moradores desde o dia 29 de abril. Mais de 93 mil frascos de Camphora officinalis foram distribuídos na cidade até esta sexta-feira (17).

A pesquisa ouviu 1.171 moradores que responderam a um questionário, sendo que 75,3% deles tinham tomado o medicamento. Também colheu informações da rede de saúde.

No relatório final, os pesquisadores concluíram que os resultados “sugerem uma redução do sofrimento dos pacientes e uma redução da gravidade da doença” através do uso da Camphora officinallis 1M FC .

Medicamento foi distribuído pela Prefeitura de Itajaí aos moradores – Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação/NDMedicamento foi distribuído pela Prefeitura de Itajaí aos moradores – Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação/ND

Os moradores tomam Camphora officinallis 1M FC  através de uma dose única, contendo cinco comprimidos. Eles tiveram que assinar um termo reconhecendo que era uma medida opcional e que não era uma vacina, destaca a Prefeitura.

No termo, eles também poderiam incluir telefone para ser contatado posteriormente, em função da pesquisa. A partir do dia 24 de junho, os pesquisadores começaram a enviar SMS aos moradores, com um link para preenchimento de um questionário.

Nas 21 perguntas realizadas, os pacientes responderam questões referentes ao uso do medicamento, hábitos, comorbidades e sintomas sofridos. Também informaram se havia uso de outros remédios como também se tiveram ou não o vírus.

A pesquisa também colheu informações de pacientes que foram hospitalizados, internados em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e não resistiram, através dos hospitais e dos órgãos oficiais.

Redução na taxa de letalidade e sintomas

Comparando o número de mortes entre pacientes que tomaram o remédio homeopático e os que não tomaram, a pesquisa constatou que o número de mortes entre o primeiro grupo foi 43,9% inferior ao segundo, o que pode indicar que o remédio contribuí para diminuir a letalidade do vírus.

Pesquisa demonstra letalidade menor em – Foto: Pesquisa/Divulgação/NDPesquisa demonstra letalidade menor em – Foto: Pesquisa/Divulgação/ND

A pesquisa contemplou informações referentes às primeiras 50 vítimas fatais da Covid-19 em Itajaí. A pesquisa também constatou que os pacientes que tomaram o medicamento homeopático apresentaram uma prevalência de sintomas 21,8% menor do que os pacientes que não a tomaram.

“Estes resultados sugerem uma redução do sofrimento dos pacientes e uma redução da gravidade da doença. Oito dos nove sintomas tiveram maior prevalência entre os que não tomaram Camphora officinalis 1M FC“, concluíram os pesquisadores no relatório.

Os pesquisadores também afirmam que o retardamento da pandemia no município, que ocorreu a partir do dia 25 de maio, “pode estar ligado ao uso da Camphora”.

+

Saúde