Covid-19: Saiba quem pode se vacinar na Grande Florianópolis

Já são 401.330 catarinenses vacinados desde janeiro deste ano; a Capital Catarinense ampliou a vacinação nesta terça-feira (16); confira

A Capital Catarinense ampliou a vacinação para profissionais de saúde com mais de 50 anos com comorbidades e a prefeitura fez um alerta às pessoas dos grupos prioritários que estiverem com suspeita ou confirmação da Covid-19, para que, neste momento, o idoso ou profissional da saúde não faça a vacina caso esteja com o vírus ativo no corpo.

idoso sendo vacinado na grande FlorianópolisProfissionais de saúde e idosos acima de 78 anos estão recebendo a vacina em Florianópolis no momento – Foto: PMF/Divulgação/ND

A vacinação segue normalmente em todo o Estado. Em Santa Catarina, de acordo com o último balanço parcial de vacinação divulgado na segunda-feira (15), 401.330 catarinenses foram imunizados até então. Desses 302.616 receberam a primeira dose da vacina e 98.714, a segunda.

Confira como está a vacinação na Grande Florianópolis:

  • Florianópolis

A Capital catarinense segue vacinando idosos com mais de 78 anos. O município, que já vacinou 30.117 pessoas desde o início da campanha, em janeiro,  ampliou nesta terça-feira (16) a vacinação para profissionais de saúde com mais de 50 anos com comorbidades.

A vacinação para os dois grupos não acontecem no mesmo lugar. Segundo a Prefeitura de Florianópolis, o município opta por não misturar idosos e profissionais de saúde em um mesmo ponto e por esse motivo, a vacinação acontece em locais diferentes. 

Os idosos de grupos prioritários anteriores que não conseguiram comparecer aos pontos de vacinação, também podem se vacinar neste momento. 

Onde se vacinar: Para os idosos: O ponto fixo de imunização contra a Covid-19 para idosos, fica no Centro de Eventos da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), no bairro Trindade, e funciona das 9h às 16h. 

Para os profissionais de saúde: A vacinação acontece no bairro Centro, no SEAD/UFSC das 7h30 às 18h30. 

Para receber a vacina, os idosos precisam estar acompanhados de um documento original com foto e os profissionais precisam apresentar uma declaração de vínculo empregatício, além do número do CNES com nome e endereço do estabelecimento, nome do trabalhador e descrição da função no estabelecimento. Um atestado médico relatando a comorbidade também precisa ser entregue na hora da imunização. 

  • São José:

São José vacina no momento, idosos acima de  76 anos e trabalhadores da saúde acima de 50 anos ou que possuem alguma comorbidade, independente da idade. O município já aplicou 13.794 primeiras doses desde o início da campanha e 4.543 segundas doses.  Nesta quarta-feira (17), a imunização segue normal em São José. 

Onde se vacinar: A vacinação em São José ocorre em drive-thru, das 8h às 17h, no Clube Maré Alta. 

Para receber a vacina, o idoso deve apresentar comprovante de residência de São José e documento com foto. Já os profissionais de Saúde devem apresentar documento que comprove o vínculo empregatício, assinado pelo gestor, e documento de identidade. 

  • Palhoça:

A vacinação em Palhoça segue com o grupo prioritário de idosos a partir de 76 anos. Mais de 1.100 idosos dessa faixa etária já foram vacinados.  No total, o município contabiliza 7.159 imunizados com a primeira dose e 1.855 com a dose dois desde janeiro.

Onde se vacinar: A vacinação em Palhoça acontece em sistema drive-thru, na Estação Palhoça (Terminal de ônibus da Jotur, na Ponte do Imaruim). 

Horários: Das 9h às 11h e das 14h às 18h. 

  • Biguaçu

Biguaçu está com a vacinação pausada. De acordo com o município, o retorno da imunização no grupo prioritário de idosos com idade acima de 78 anos, vai acontecer após a chegada de novas doses.

No momento, Biguaçu faz apenas a aplicação da segunda dose em idosos com mais de 90 anos, profissionais da saúde e indígenas de aldeia.

Onde se vacinar: A aplicação da segunda dose está sendo feita a domicílio. A secretaria de saúde entra em contato tanto com o idoso quanto com a aldeia indígena para realizar a vacinação. Os profissionais de saúde precisam agendar a imunização no Centro de Saúde. 

SC tem 442 pessoas aguardando leito de UTI Covid

Santa Catarina tem 442 pacientes na fila de espera por um leito de UTI para tratamento da Covid-19 e o Estado tem 35.100 casos ativos da doença. As informações foram divulgadas pelo governo do Estado nesta terça-feira (16).

O Grupo ND oferece diariamente informações de casos da Covid-19, leitos, quem está sendo imunizado nas cidades, onde as vacinas estão sendo aplicadas e o que é preciso fazer antes de chegar até o local indicado em cada município.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde