Criança com AME internada com Covid-19 pode ser 1º caso de coinfecção em SC

Eloah de três anos está internada na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, com Covid-19 e influenza H1N1

Portadora de Atrofia Muscular Espinhal ( AME), a menina Eloah de três anos foi diagnosticada com Covid-19 e influenza H1N1 e está internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão no Sul de Santa Catarina.

Esse pode ser o primeiro caso de coinfecção registrado em Santa Cantarina. Segundo a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) os testes rápidos confirmaram a infecção de Covid-19 e H1N1, mas a Diretoria aguarda o resultado dos exames que estão sendo processados pelo LACEN/SC (Laboratório Central) para a confirmação ou não da coinfecção.

Eloah está internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição com diagnóstico de Covid-19 e influenza H1N1 – Foto: Arquivo Pessoal/NDEloah está internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição com diagnóstico de Covid-19 e influenza H1N1 – Foto: Arquivo Pessoal/ND

A família da criança, através das redes sociais, pediu uma corrente de oração para a recuperação da menina.

“Por isso peço muitas correntes de oração para nossa menina, ela é guerreira e vai vencer mais essa, contamos mais uma vez com vocês, nos mandem força, e muitas energias positivas”, destaca o post assinado pela mãe de Eloah, Pamella Lemos Cardoso e pelo pai Ramon.

Segundo a última postagem compartilhada nos perfis de Eloah, a menina estava bem e com os exames de sangue bons.

“Eloah é uma menina muito forte, nem sempre entendemos as coisas que acontecem ao nosso redor, mas confio muito em Deus, creio sim em mais um milagre e que logo nossa menina sairá daqui dando seus sorrisos únicos”, escreveram.

Luta pela vida

Desde os sete meses, quando foi diagnosticada com AME, Eloah vem lutando pela vida. A família da menina, inclusive, criou uma campanha em busca de auxílio para o custeio dos tratamentos necessários. Através dos perfis foi lançada uma vaquinha online.

Apesar de ter ganho na Justiça, o direito de ter 80% do tratamento custeado pelo Estado, os gastos mensais giram em torno de R$5mil.

“Todos os valores anteriores arrecadados aqui no site da @vakinha foram destinados para seus tratamentos e hoje venho mais uma vez pedir a ajuda de todos. Eloah precisa de um andador e um headpod (para segurar a cabeça). Esse andador vai dar para ela a função de ficar em pé que nem no parapódio, terá controle de cabeça e tronco, vai ter o objetivo de treinar marcha e de futuramente em nome de Jesus ela poder andar nele e se locomover pelo os lugares”, diz o texto na Vakinha Online.

Confira a postagem:

+

Saúde

Loading...