Criança morre após procurar atendimento por quatro dias seguidos em hospital de SC

James Antônio Fucks morreu no final da tarde de sexta-feira (16) e família acusa hospital de negligência médica

“Hoje o céu ganhou uma estrelinha”. Foi assim que uma familiar homenageou o garotinho de sorriso fácil que deixou saudade e indignação na família. James Antônio Fucks, de apenas 7 anos, morreu no final da tarde de sexta-feira (16), depois que os pais procuraram atendimento médico pela quarta vez no Hospital Nossa Senhora da Graça, em São Francisco do Sul, no Norte de Santa Catarina.

James Antônio Fucks tinha apenas 7 anos e morreu no final da tarde de sexta=feira (17) – Foto: Reprodução/Redes SociaisJames Antônio Fucks tinha apenas 7 anos e morreu no final da tarde de sexta=feira (17) – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Três dias antes, na terça-feira (13), James sofreu um pequeno acidente na saída da escola. Segundo o padrasto, que levou o garoto ao hospital no primeiro dia, James bateu em uma placa de ferro e, com dores no peito, foi levado ao hospital. Uma, duas, três vezes, quatro vezes. Segundo os relatos dos familiares, o garoto foi levado três vezes ao hospital com dores no peito antes desta sexta-feira, porém, nenhum exame teria sido feito e ele foi liberado apenas com medicação para dor. Na sexta-feira, ainda com dores, a família voltou ao hospital e cerca de três horas depois de chegar, James morreu.

O hospital teria acionado o transporte para transferi-lo ao Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, mas James sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. A mãe estava ao lado de James quando ele morreu.

Nas redes sociais, muita comoção pela morte do garoto e revolta pelo atendimento médico. “Não deram a assistência devida por ser uma criança de família simples, revoltante essa situação perdeu a vida por falta de um tratamento devido”, escreveu uma internauta.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do hospital, que afirmou que não se manifestará neste momento. De acordo com a assessoria, a diretoria do hospital está reunida nesta manhã para definir como tratará o caso.

O corpo de James está no IML (Instituto Médico Legal) de Joinville e ainda não há definição a respeito de velório e sepultamento.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...