João Paulo Messer

messer@ndtv.com.br Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Criciúma fecha centro de triagem da Covid-19

É simbólico o ato do governo municipal de Criciúma anunciado nesta terça-feira (30).

Um dos primeiros municípios brasileiros a anunciar a criação de um Centro de Triagem Coronavírus encerrou nesta terça-feira (30) o serviço. Pacientes sintomáticos e suspeitos de Criciúma passam a ser atendidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A alegação é que a baixa procura já não justifica mais a manutenção de uma equipe e estrutura em local único da cidade.

O centro de triagem da Covid-19 em Criciúma está sendo fechado por falta de demanda. – Foto: DivulgaçãoO centro de triagem da Covid-19 em Criciúma está sendo fechado por falta de demanda. – Foto: Divulgação

Os últimos números revelam que no mês de outubro o centro registrou 3.252 atendimentos, sendo que o maior pico foi no mês de maio com 9 mil atendimentos.

A prefeitura de Criciúma divulgou a informação acentuando que, segundo ela, este centro de triagem coronavírus foi pioneiro e modelo para o resto do país, com atendimento qualificado de pacientes sintomáticos, desde março de 2020. Até então foram mais de 131 mil atendimentos feitos no local.

A cidade tem atualmente 89 casos ativos da Covid-19, além de outros nove casos suspeitos e nenhum paciente internado em UTI. Os únicos dois pacientes internados em UTI, por Covid-19, são moradores de outras cidades da região que procuram a rede hospitalar por esta ser estratégica no Sul do estado.

Na cidade, foram 644 óbitos em função da Covid-19, tendo sido confirmados ainda 39.205 casos  e 38.452 recuperados em mais de 144 mil coletas feitas.

Loading...