Criciúma perde profissional da saúde para a Covid-19

Donizete foi a primeira profissional da saúde a perder a vida para a Covid-19, informa a Prefeitura. Município perdeu 69 moradores para o novo vírus

O município de Criciúma, no Sul do Estado, perdeu nesta quarta-feira (2) uma profissional da Saúde para a Covid-19. A vítima é Donizete Salibi Boeira Gonçalves, de 56 anos. Ela foi a primeira profissional de saúde a morrer em função do vírus respiratório no município.

Servidora estava internada em UTI desde o dia 15 de agosto – Foto: Arquivo/Jonathan Batista/Divulgação

Moradora do bairro Comerciário, também em Criciúma, Boeira trabalhava como ACS (Agente Comunitário de Saúde) na Unidade Básica de Saúde do Centro. Ela integrava o quadro de funcionários da prefeitura desde maio de 2012.

Em razão da infecção por Covid-19, ela foi internada no dia 15 de agosto em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Não foi informado o hospital em que ela estava hospitalizada. Nesta quarta-feira ela não resistiu. Boeira será sepultada no Cemitério Jardim da Paz, em Araranguá.

“O Governo Municipal externa sua gratidão pelo legado e dedicação sempre manifestados pela servidora, enquanto ratifica seu apoio e solidariedade aos familiares e a todos os profissionais que estão na linha de frente auxiliando a população neste momento de pandemia” lamentou a Prefeitura de Criciúma, em nota.

Covid-19 em Criciúma

Boeira foi a 69ª vítima fatal da Covid-19 em Criciúma. Até a data, 5018 moradores do município já foram infectados pelo novo vírus. Destes, 30 estão internados em UTI.

+

Saúde