Crise no Oeste: 85 pacientes com Covid-19 foram transferidos para 14 cidades de SC

Sem leitos de UTI Covid Adulto, cinco pacientes foram levados para unidades hospitalares de outras regiões na terça-feira (9)

A crise sanitária provocada pela pandemia de coronavírus deixou a região Oeste de Santa Catarina à beira de um colapso no sistema público de saúde. Devido à falta de vagas para UTIs Covid Adulto, pacientes são levados para unidades hospitalares de outras regiões catarinenses.

Samu e Corpo de Bombeiros fazem as transferências – Corpo de Bombeiros Militar/NDSamu e Corpo de Bombeiros fazem as transferências – Corpo de Bombeiros Militar/ND

Cinco pacientes foram transferidos de Chapecó para outras cidades catarinenses somente na terça-feira (9), de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde. Desde janeiro já foram feitas 85 transferências, que também são realizadas com auxílio de ambulâncias.  

Os pacientes foram levados para hospitais de Xanxerê, Lages, Videira, Itajaí, Maravilha, São Miguel do Oeste, Concórdia, Caçador, Joaçaba, Xaxim, Palmitos, São Carlos, São Lourenço do Oeste e Navegantes. Apenas cidades de Santa Catarina. 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Chapecó, nesta quarta-feira (10), três pacientes aguardavam leitos de UTI no HRO (Hospital Regional do Oeste).  A unidade pública conta com apenas 35 vagas e todas estão ocupadas.

Operação pela vida 

Ambulâncias do Samu fazem as transferências para cidades próximas que ainda dispõe de leitos vagos. Para distâncias maiores, o governo estadual disponibilizou um avião do Corpo de Bombeiros Militar para atender com maior agilidade aos pacientes. A aeronave fica de plantão no aeroporto de Chapecó.

A logística está sendo feita pela Secretaria de Estado da Saúde, pelo Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar e pelo GRAU (Grupo de Resposta Aérea de Urgência) do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

A operação se intensificou no último domingo (7), quando um paciente foi levado pela aeronave Arranjo 2, de Chapecó para Itajaí. Ele recebeu assistência médica durante o voo. 

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde