Delbi da Silveira

- +

♦ 59 anos
♦ 16/11/2020
♦ Canoinhas

Delbi da Silveira  – Foto: Reprodução/NDDelbi da Silveira  – Foto: Reprodução/ND

Delbi da Silveira, 59 anos, morreu um ano antes de se aposentar e cerca de um mês antes de completar seis décadas de vida.

O plano era deixar de lado a rotina de pesada de trabalho como agricultor e aproveitar a vida tranquila ali mesmo em Canoinhas, cidade onde nasceu, cresceu, casou, se tornou pai de seis filhos e avô de cinco netos.

Acordava com o céu ainda escuro, às 4h da manhã. Meia hora mais tarde, já estava na roça ao lado da esposa Maria Derli, 58 anos, cultivando o que era o sustento da família. A rotina de lida com a terra não era nova. Trabalhava na agricultura desde os 10 anos.

Aproveitava os finais de semana para tomar cerveja e curtir a companhia da família em casa. A residência, construída por ele após o casamento com Maria, registrou a passagem do tempo de sua vida. Depois dos seis filhos já adultos se mudarem, o local passou a ser moradia apenas do casal, pelo menos durante os cinco dias úteis da semana.

Elaine Silveira, 22 anos, percorria os 30 km que separam o Centro de Canoinhas e o interior todos os finais de semana. A casa cheia era a alegria de Delbi, que sempre oferecia banquetes. Não gostava de economia com a comida e tinha prazer em agradar todos à sua volta.

Envie uma lembrança

Se você perdeu um parente ou amigo para a Covid-19, envie a sua homenagem para ser eternizada no memorial online do ND+.

Depoimento, fotos e vídeos devem ser encaminhados ao email redacao@ndmais.com.br com o assunto “Memorial Covid-19”.