Florianópolis registra o segundo caso da variante Delta da Covid-19

Confirmação do segundo caso ocorreu na tarde desta quarta-feira (18); o paciente, de 21 anos, apresentou apenas sintomas leves e não precisou de internação

Diferente do que publicamos nesta quarta-feira (18), o Lacen/SC (Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina) registra 50 casos suspeitos da variante Delta em todo o Estado, não apenas em Florianópolis.

A secretaria municipal de Saúde de Florianópolis confirmou nesta quarta-feira (18), o segundo caso da variante Delta da Covid-19. Trata-se de um homem, de 21 anos, mas que apresentou apenas sintomas leves, sem necessidade de internação e já recuperado.

Florianópolis avança na vacinação com a chegada de novas doses nesta quarta (21) – Foto: Cristiano Andujar/PMFFlorianópolis avança na vacinação com a chegada de novas doses nesta quarta (21) – Foto: Cristiano Andujar/PMF

Segundo a secretaria municipal de saúde, a confirmação do caso positivo do homem, proveniente de Curitiba (PR), foi encaminhado apenas na tarde desta quarta-feira (18), para a Vigilância Epidemiológica municipal, que está investigando o caso.

O primeiro era de uma idosa, de 77 anos, mas que também apresentou apenas sintomas leves, não precisando de internação, se recuperou em casa e passa bem.

Conforme o Covidômetro, no site da PMF (Prefeitura Municipal de Florianópolis), atualizado nesta quarta-feira (18), são 89,8 mil casos confirmados da Covid-19.

Além disso, a Capital já registrou 1.023 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia, em março de 2020.Assim como outros 188.217 casos seguem como suspeitos.

De acordo com a Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), são 36 casos positivos da variante Delta em todo o Estado.

O superintendente de vigilância em saúde de Santa Catarina, Eduardo Macário, informou que o Estado registra outros 50 casos suspeitos da variante, mas que estão em avaliação do Lacen.

Risco Potencial Grave

A prefeitura ainda alerta, via Covidômetro, a necessidade de cuidados redobrados como o correto uso da máscara, a manutenção do álcool gel e os cuidados com o distanciamento regulamentar e social.

Florianópolis contabilizou 1.023 óbitos e soma um total de quase 90 mil casos confirmados para a Covid-19.

Sua taxa de leitos da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19 está em quase 64%.

Atualmente a capital contabiliza 376.333 pessoas vacinadas, pelo menos, com a primeira dose contra a Covid-19.

Adoção de medidas mais restritivas

Apesar da confirmação do primeiro caso da variante Delta, tratada com maior cuidado por conta do poder de contaminação, o secretário municipal de saúde, Carlos Alberto Justo da Silva descartou a adoção de medidas mais restritivas.

“No momento não tem (conversas para medidas mais restritivas em Florianópolis). Existe uma atenção devido o aumento do número de doenças respiratórias, mas muito por conta da época do ano. É importante a realização de testes para isolar pessoas que podem testar positivo para a Covid-19”, complementa

Além disso, estabelecimentos de Florianópolis já anunciaram eventos particulares e festas para o início do verão de 2022.

“Dependerá da situação que estaremos no verão. Se continuarmos cuidando, respeitando as normas sanitárias e vacinando o restante da população, estaremos em um potencial favorável para, quem sabe, flexibilizações. Porém, ainda é cedo para sabermos qual será a situação daqui quatro ou cinco meses”, discorre o secretário.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...