Dentista do sistema prisional é afastado após diagnóstico de Covid-19 em Florianópolis

Profissional atua na Unidade Básica de Saúde, no bairro Agronômica; ele foi afastado no segundo dia após retorno das férias

Um dentista que trabalha junto ao Complexo Penitenciário de Florianópolis foi diagnosticado com a Covid-19. O profissional atende detentos na Unidade Básica de Saúde, localizada no bairro Agronômica, e foi afastado do serviço no segundo dia após retornar das férias. 

Penitenciária Estadual de Florianópolis – Foto: Daniel Queiroz/Arquivo/ND

O caso teria ocorrido em março, mas os colegas de serviço do dentista souberam da suspeita somente na última quinta-feira (2). Procurada, a Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa afirmou que o funcionário não teve contato com internos. 

Segundo a pasta, ao apresentar sintomas que apontavam para o quadro de Coronavírus, o profissional recebeu a orientação para se isolar. Depois de dez dias afastado, ele foi diagnosticado com doença. 

Leia também:

Segundo o departamento, os servidores que tiveram contato com o profissional também foram monitorados, mas como não apresentaram nenhum sintoma, continuaram trabalhando. A secretaria afirma que, até o momento, não possui nenhum caso confirmado de Covid-19 dentro do sistema prisional de Santa Catarina.

+

Saúde