Dive/SC explica atraso nas notificações de mortes da Covid-19

Segundo o órgão, o sistema de registro das mortes causadas pelo novo coronavírus passou por uma atualização

A Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina) informou nesta quarta-feira (24) o motivo pelos atrasos nas notificações de mortes da Covid-19 no Estado.

Dive/SC explica atraso nas notificações de mortes da Covid-19 – Foto: HCUFU/Reprodução/NDDive/SC explica atraso nas notificações de mortes da Covid-19 – Foto: HCUFU/Reprodução/ND

Segundo o órgão, a ficha de notificação do sistema de informação “Sivep-Gripe” passou por uma atualização nos últimos dias, com a alteração e inclusão de campos, o que gerou uma instabilidade nos acessos e atraso das notificações.

O Sivep-Gripe é a principal fonte de dados para o registro de mortes causadas pela Covid-19 em Santa Catarina.

Com isso, os dados precisam ser analisados levando em consideração a situação identificada e a possibilidade de atraso nos registros.

Entre as alterações identificadas na ficha utilizada no sistema estão a inserção de variáveis relacionadas à vacina Covid-19 e identificação do paciente. Segundo a Dive/SC, o Ministério da Saúde foi informado e aguarda a resolução para normalizar a situação.

Balanço atualizado

Segundo o boletim da SES (Secretaria de Estado da Saúde), divulgado nesta quarta-feira (24), Santa Catarina registrou 88 mortes e 4.302 casos confirmados nas últimas 24 horas. No total, 9.921 catarinenses morreram, desde o início da pandemia, e 778.711 casos registrados.

Por outro lado, houve um aumento de 4.820 pacientes recuperados, totalizando 736.209. Além disso, houve uma queda de 606 casos ativos, somando 32.581 pessoas que ainda não se recuperaram e podem transmitir a Covid-19.

+

Saúde