“Ela teve uma explosão de alegria”, diz pai sobre chegada de Isabela ao Brasil

O morador de Palhoça, Pablo Lassalle, conta ao ND+ como está sendo a estadia da esposa e da filha na quarentena montada na Base Aérea de Anápolis

Depois de uma cansativa viagem de quase 40 horas, os brasileiros que estavam em Wuhan, na China, chegaram ao Brasil no início da manha deste domingo (9).

Isabela Zhang brinca durante a quarentena na base aérea de Anápolis – Foto: Reprodução/Arquivo/NDIsabela Zhang brinca durante a quarentena na base aérea de Anápolis – Foto: Reprodução/Arquivo/ND

Entre os resgatados, estão Hui Zhang, 33 anos e Isabela Zhang, 1 ano, que moram em Palhoça há dois anos com o marido e pai, o ilustrador Pablo Lassalle, 44.

“Quando elas chegaram, minha menina teve uma explosão de alegria”, contou Pablo. Ele recebe fotos, vídeos e relatos da esposa todos os dias.

As duas estavam confinadas na casa de familiares na China desde que o governo chinês fez o isolamento da cidade de Wuhan. A medida foi tomada como parte de um conjunto de ações para tentar controlar a disseminação do novo coronavírus.

Após tanto tempo “presa” dentro da casa, Isabela não perdeu tempo e correu para explorar cada canto da quarentena montada na Base Aérea de Anápolis (GO).

E ela já fez amizades. Um menino de três anos que estava na China com os pais e voltou para o Brasil junto deles é seu novo parceiro nas brincadeiras. Ao todo, oito crianças estão na quarentena. A pequena catarinense é a mais nova.

Brinquedos e espaço não faltam: em vídeos enviados por Hui, é possível acompanhar o dia a dia dela na companhia do novo amiguinho.

Durante o relato de Pablo, é possível perceber o alívio dele em saber que elas estão bem de saúde e seguras. A tensão, que era perceptível em seu tom de voz nos últimos dias, foi substituída pela leveza de quem sabe que sua família está sendo bem tratada.

Estrutura

O ilustrador conta que a esposa está bastante satisfeita com a estrutura montada na Base Aérea e com o suporte que está sendo dado às famílias. Ela relata que a base foi completamente preparada para receber o grupo, com todo o suporte necessário.

Possui brinquedoteca para as crianças, sala de televisão com videogame, espaço ao ar livre para pegar sol. O grupo recebe apoio de psicólogos, nutricionistas e médicos que fazem o controle do estado de saúde de todos.

Assim que chegaram, o primeiro exame de detecção de coronavírus foi realizado e o resultado deve sair dentro de alguns dias.

Diariamente é realizada a medição de temperatura e o monitoramento da presença de sintomas de coronavírus. Além disso, cuidados precisam ser tomados constantemente por segurança.

Medidas de segurança

O uso de máscaras é obrigatório fora dos quartos, devido ao contato com os demais. A recomendação é de que se mantenha uma distância de 1 a 1,5 metros um do outro. Por isso, nem existem camas de casal. Todos devem dormir em camas separadas.

A higiene das mãos também é fundamental. Há suportes com álcool gel para sanitização das mãos na porta de cada quarto.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde