Em alerta, prefeitura de Joinville adota medidas para frear Covid-19 na cidade

Houve um aumento de 70% no número de atendimentos nas unidades de saúde e 89% nos casos de Covid-19 na cidade

Com um aumento de 89% nos casos ativos de Covid-19 nos últimos dias, a prefeita em exercício, Rejane Gambin, ao lado de diretores da Secretaria de Saúde, anunciou medidas, nesta quarta-feira (5), para o enfrentamento da Covid-19 e da gripe para os próximos dias em Joinville, no Norte de Santa Catarina.

Vice-prefeita ao lado de diretores da Saúde em coletiva realizada na Galeria dos Prefeitos da Prefeitura de JoinvilleVice-prefeita ao lado de diretores da Saúde em coletiva realizada na Galeria dos Prefeitos da Prefeitura de Joinville – Foto: Maikon Costa/NDTV

“Tomamos estas medidas para desafogar o tempo de espera nas unidades de saúde e diminuir risco de contaminação. Queremos é segurar a contaminação”, afirmou a prefeita em coletiva realizada a tarde.

Além da reativação do Gabinete de Crise, Rejane anunciou a volta da Central de Imunização do Centreventos Cau Hansen a partir de sexta feira (7), como único local para vacinação na cidade. A medida visa desafogar as unidades de saúde.

Além disso, a prefeitura vai disponibilizar testes de antígeno, conhecidos como “teste rápido” da Covid-19, em todas as 58 unidades básicas de saúde, que continuam atendendo a demanda habitual, como realização de curativos, consultas e entrega de medicamentos.

“Temos testes e estamos completamente tranquilos em relação a isso. Fizemos a compra de mais testes para que a gente não tenha problemas”. A prefeitura não informou a quantidade de testes que serão disponibilizados.

Em alerta, o número de casos ativos da Covid-19 também cresceu em Joinville: no início de dezembro, eram 380 pessoas com a doença. Já agora, um mês depois, são 718 casos ativos, aumento de 89%. Isso se reflete nas unidades de saúde, onde houve um aumento de 70% na procura de atendimentos em UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento).

Já o atendimento para crianças será disponibilizado também na UPA Sul a partir da próxima terça (11), com escala reforçada de médicos. No Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, o atendimento aos pequenos continua normalmente.

Quem tiver sintomas graves, como falta de ar, deve procurar as UPAs e os hospitais. A prefeitura também anunciou a reativação da unidade de saúde do João Costa, que será um ponto de apoio operacional da UPA sul.

Segundo a própria prefeitura, ainda não houve casos confirmados da variante Ômicron.

A cidade registra 120.062 mil casos confirmados da Covid-19. Há 53 pessoas internadas, em leitos de UTI e enfermaria, até a última terça-feira (4). Uma oscilação de 10,4% para cima, em comparação há duas semanas, quando 48 pessoas estavam internadas em leitos da cidade.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...