Vacinas em falta: mais de 500 pessoas podem não receber segunda dose no Norte de SC

Ao menos três cidades registram falta no estoque da vacina contra a Covid-19; novas doses devem chegar em Santa Catarina nesta quinta-feira (29)

O número insuficiente de vacinas contra a Covid-19 pode fazer com que cerca de 500 pessoas não recebam a segunda dose da CoronaVac no Norte de Santa Catarina. Isto porque, prefeituras de ao menos três cidades, relataram que terão que paralisar a aplicação por falta de imunizantes.

Prefeituras relatam falta de estoque da vacina da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan Foto: Mauricio Vieira/Secom/Divulgação/NDPrefeituras relatam falta de estoque da vacina da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan Foto: Mauricio Vieira/Secom/Divulgação/ND

Entre elas está a cidade de Barra Velha. Segundo a Prefeitura, desde a semana passada, não há estoque para a aplicação da segunda dose. Atualmente, a cidade precisaria de mais de 300 imunizantes para garantir a D2 da população.

Na semana passada, o município chegou a receber 275 vacinas, que foram usadas para terminar a imunização de idosos com 65 anos e iniciar a de pessoas com 64.

Em Itapoá, a situação é parecida: segundo a Prefeitura, há 467 agendamentos para a aplicação da segunda dose, mas 250 pessoas podem ficar sem a vacina caso uma nova remessa não chegue até sexta-feira (30). Estas aplicações já estavam agendadas desde a primeira dose.

Jaraguá do Sul suspende vacinação

A falta de doses da CoronaVac fez com que a Prefeitura de Jaraguá do Sul suspendesse temporariamente a aplicação da D2 para as pessoas imunizadas com a vacina do Instituto Butantan. Na última semana, a cidade recebeu apenas 430 doses, o que já era considerado abaixo da expectativa para a continuidade da aplicação da segunda dose.

Na tarde de segunda-feira (26), elas acabaram, o que fez a Secretaria de Saúde suspender a aplicação nas pessoas que tinham agendado a segunda dose. O atendimento será retomado assim que a cidade receber novas vacinas. Já a aplicação da vacina AstraZeneca/Oxford segue seu cronograma normal.

Demais cidades não registraram falta

Já em Guaramirim, Garuva e Joinville, não há relatos de falta de doses. Ambos os municípios disseram que tem estoque suficiente para continuar com a imunização da população.

Por meio de assessoria, a Dive informou que as doses encaminhadas para os municípios, até o momento, seriam suficientes para todas as cidades aplicarem a segunda dose dentro do prazo orientado.

Novas doses chegam nesta terça-feira

Nesta quinta-feira (29), Santa Catarina irá receber 218.500 novas doses da vacina contra a Covid-19. Deste total, 214.500 são produzidas pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e outras 4 mil pelo Instituto Butantan.

Das mais de 214 mil doses da vacina AstraZeneca, o Ministério da Saúde aconselha que sejam destinadas 172.370 para aplicar a primeira dose em idosos entre 60 a 64 anos.

Assim como outras 19.445 em trabalhadores da saúde e 1.221 em profissionais das forças de segurança, salvamento e forças armadas. A expectativa é vacinar 193.036 catarinenses.

Já as 4 mil imunizantes da Coronavac, produzidas pelo Instituto Butatan, a orientação é aplicar a primeira dose em 3.558 idosos entre 60 a 64 anos.

Segundo a Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), o lote desembarca em Santa Catarina por volta das 15h40 desta quinta-feira.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...