Em Santa Catarina, Covid-19 mata mais homens com mais de 70 anos

Hipertensão e diabetes estão entre as principais comorbidades apresentadas pelo pacientes que morreram no estado após contrair a doença

Em Santa Catarina, a Covid-19, causada pelo novo coronavírus, tem sido mais letal entre homens, pessoas com mais de 70 anos e que pacientes com hipertensão e diabetes. É o que mostra o boletim sobre o vírus divulgado pela Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) divulgado nesta segunda-feira (6).

Homens são a maioria entre as vítimas da Covid-19 em Santa Catarina – Foto: Reprodução/ND

O boletim apresenta ainda informações sobre a evolução da doença nas diferentes regiões do estado e aponta um crescimento no número de infectados no mês de junho, quando foram registrados, em média, 429 casos novos por dia. Em maio, a média diária era de 149 casos.

Foram contabilizados dados até o dia 29 de junho, data em que Santa Catarina registrava 25.056 casos de Covid-19. De acordo com o boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde) na noite de segunda (6), o número de infectados passou para 33.822. Isto significa que houve aumento de 8.766 casos em apenas uma semana.

Outro indicador apresentou piora durante o mês de junho. A taxa de incidência passou de 250 casos/100 mil habitantes para 350 casos/100 mil habitantes no intervalo da semana de 22 de junho a 29 de junho de 2020.

População mais jovem é a mais infectada

A faixa etária com maior número de infectados pelo vírus é de pessoas com idade entre 30 e 39 anos (26,6%), seguida pelos indivíduos de 20 a 29 anos (21,3%). O último grupo ultrapassou na última semana de junho em número de casos pessoas com idade entre 40 e 49 anos (20,2%).

Mesmo com menos infectados, idosos são os que mais morrem pela Covid-19 – Foto: Reprodução/Dive

No entanto, o percentual de mortes entre esses grupos é baixo se comparado ao dos idosos infectados pelo vírus. Por exemplo, entre o percentual de óbitos entre pessoas de 30 e 39 anos é de 5,6%, com uma taxa de letalidade de 0,3%.

O mesmo não acontece entre os mais idosos. O número de infectados entre pessoas com idade entre 80 e 89 anos é inferior ao dos mais jovens, representando apenas 1,2% dos casos. Contudo, o percentual de óbitos entre o grupo é de 21,3%, e a taxa de letalidade de 23,6%.

O mesmo acontece com as faixas etárias de 60 a 69 anos, 70 a 79 e com idade superior aos 90 anos. O primeiro grupo tem o maior percentual de óbitos com 23,1% e taxa de letalidade de 11%.

Maioria dos mortos são homens

Entre os mortos pela Covid-19 em Santa Catarina, 57% são homens enquanto 42% dos óbitos foram de mulheres. As faixas etárias mais acometidas estão entre pessoas de 70 e 79 anos, totalizando 23,1% do total, seguido pela faixa etária de 80 e 89 anos, representando 21,3%, juntas estas faixas etárias somam quase 50% dos casos de óbitos.

Entre as comorbidades mais presentes nas vítimas da Covid-19 estão hipertensão em diabetes – Foto: Reprodução/Dive

O boletim não deixa claro quantas das vítimas tinham comorbidades, mas diz que a mais prevalente era a hipertensão arterial sistêmica (37,7%), seguida da diabetes melittus (36,1%) e a doença cardiovascular (31,2%).

Entre os sintomas mais comuns apresentados por vítimas da Covid-19 estão tosse (68,5%), febre (71,9%) e falta de ar (61,1%). Também foram relatados cansaço (59,6%), dor de garganta (11,1%) e dor no corpo (15,1%).

+

Saúde