Em terceira alta seguida de 1,5 mil casos da Covid-19, SC chega a total de 232 mil

Mais de 95% dos pacientes já estão recuperados; média diária foi de 1.042 casos por dia na última semana

Santa Catarina teve uma alta de 1.521 casos da Covid-19 nesta sexta-feira (16), totalizando assim 232.933 confirmações desde o início da pandemia. São 222.294 (95%) que já estão recuperados e 2.962 que morreram, sendo 10 incluídos nas últimas 24h.

Proporcionalmente, são 3.251 contaminados e 41,3 mortos a cada 100 mil catarinenses, deixando a taxa de letalidade em 1,27%. O número de novos casos do boletim desta sexta (16) é a terceira alta seguida na casa dos 1,5 mil casos e deixa a média diária em 1.042 casos por dia nos últimos sete dias.

Joinville acumula os números mais críticos no Estado, com mais de 23 mil confirmações, e apresenta uma unidade hospitalar lotada – Foto: Divulgação/ND

A maioria dos infectados são adultos de 30 a 39 anos, que somam mais de 59 mil pacientes. Mais de um terço (1.133) das vítimas fatais possui entre 60 e 79 anos, sendo pessoas do grupo de risco pela idade. Também foram registradas 551 mortes de idosos acima dos 80 anos.

Joinville segue como epicentro no Estado, com 23.379 casos confirmados e 354 mortes. Na sequência, em número de casos, estão Florianópolis (15.569), Blumenau (12.600), São José (9.525), Itajaí (8.260), Criciúma (7.496), Balneário Camboriú (7.455), Chapecó (7.152), Palhoça (6.783) e Brusque (5.931).

Bethesda entra em superlotação

Dos 1.511 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Estado, 881 estão ocupados, deixando o índice de ocupação em 58,3%. Destes leitos, 185 são ocupados por pacientes com confirmação ou suspeita da Covid-19 e 696 por pacientes com demais enfermidades.

Atualmente, dois hospitais estão totalmente lotados: Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma, e o Hospital Bethesda, em Joinville. Somente o segundo possui pacientes da Covid-19, sendo oito deles, que ocupam os oito leitos da unidade.

Menos de um terço dos catarinenses em casa

Refletindo o comportamento de quinta (15), foram 32% dos catarinenses em casa, enquanto a média nacional foi de 34,5%. No ranking de Estados, Santa Catarina ocupa a antepenúltima posição e quem lidera são os Estados do Acre (38%) e do Ceará (37%).

+

Saúde