Empresa de SC faz Gerenciamento de Risco das vacinas da Covid-19

Operação deste transporte já estava programada pelos órgãos responsáveis desde o ano passado

Uma empresa de Gerenciamento de Risco e Logística com sede em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, é responsável por monitorar o transporte rodoviário dos caminhões que carregam no Rio de Janeiro (RJ), às vacinas da Covid-19.

Vacina Coronavac – Foto: Elisiane Roden/NDVacina Coronavac – Foto: Elisiane Roden/ND

Após a diretoria da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) liberar o uso emergencial das vacinas de Oxford/AstraZeneca e da Coronavac no domingo (17), iniciou nesta semana as vacinações nos estados. 

Desde o ano passado, a operação deste transporte já estava programada pelos órgãos responsáveis. O processo do GR (Gerenciamento de Risco) tem como principal objetivo prevenir e mitigar roubos, furtos ou acidentes com as cargas.

Por meio da tecnologia, todas as informações das viagens são captadas e enviadas automaticamente aos softwares da empresa AngelLira. Eles são responsáveis por garantir a segurança de toda a operação. Uma equipe exclusiva recebe estes dados na central, e monitora toda a jornada de distribuição junto aos transportadores.

“Diante do cenário nacional mobilizado pela pandemia, percebemos como a vida das pessoas mudou, principalmente quem perdeu familiares. É gratificante poder fazer parte desta esperança para a vida das pessoas por meio da entrega das vacinas”, comenta o gerente de GR, Everto Ritter. 

O monitoramento das cargas ocorre desde o embarque das vacinas nos portos até a entrega aos Centros de Distribuição. Quando o material é enviado para hospitais e postos de vacinação, as cargas contam ainda com serviço de escolta e segurança pública local.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde