Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Empresários querem comprar vacinas para distribuir aos trabalhadores

Luciano Hang e Carlos Wizard lideram movimento nacional

Os empresários Luciano Hang e Carlos Wizard, estão lançando um abaixo-assinado que objetiva mudança na legislação federal, possibilitando que empresas possam comprar vacinas para seus trabalhadores e a população em geral.   Atualmente, a legislação determina que se a iniciativa privada fizer a compra de vacinas, as doses devem ser 100% doadas para o Sistema Único de Saúde (SUS), até que haja a total imunização do grupo prioritário.

Dois empresários tem negociações para 1 milhão de doses – Foto: DivulgaçãoDois empresários tem negociações para 1 milhão de doses – Foto: Divulgação

Segundo nota divulgada pelos autores do movimento “a proposta também pleiteia que empresas e empresários tenham autorização para comprar vacinas com registro sanitário concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ou, até mesmo, imunizantes que tenham registros internacionais.”

Diz mais:   “Os empresários defendem a união forças e atuação em paralelo ao SUS, acelerando a imunização e retomada das atividades econômicas. Também enfatizam que diversas outros empresários já manifestaram o desejo de contribuir com a sociedade para trazer agilidade ao processo de vacinação no país. “Não vi em nenhum outro país do mundo um movimento tão grande de empresários querendo doar vacinas e imunizar seus colaboradores gratuitamente, como estamos querendo no Brasil e estamos sendo impedidos pela burocracia. Somos centenas de empresários e de todos os tamanhos, querendo comprar vacinas e doar para suas cidades e seus trabalhadores. Só estamos pedindo uma liberação para ajudar. Não estamos cobrando nada e nem vamos comercializar”, garante Wizard.”

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.