João Paulo Messer

Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Espirrou, saúde…!!! Se for sintoma de gripe ou algo mais, ligue para o Disque-Covid-19

Com a diminuição do número de pessoas com o vírus da Covid-19 ativo, Secretaria de Saúde de Criciúma usa "consulta" pelo telefone para abrir vaga às outras doenças.

A partir desta segunda-feira (2) a Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma passa a “desobstruir” as unidades básicas de saúde para atender pacientes com outras doenças. Para isso lança um modelo de atendimento digital para pacientes com problemas respiratórios. Antes as pessoas procuravam as unidades ante qualquer sintoma, com temor que fosse Covid-19. Isso não só afastava outras pessoas como gerava orientação de que as unidades só fossem procuradas em casos mais graves.

Primeira consulta para Covid-19 deve ser feita pelo whatsApp. Só depois o paciente será aconselhado a procurar uma unidade de saúde ou posto de atendimento especial. Foto: Divulgação.Primeira consulta para Covid-19 deve ser feita pelo whatsApp. Só depois o paciente será aconselhado a procurar uma unidade de saúde ou posto de atendimento especial. Foto: Divulgação.

O secretário municipal Acélio Casagrande admite que estava ocorrendo uma dedicação quase exclusiva à Covid-19 gerando enorme fila de espera de outros casos.

Assim, a partir desta semana pessoas com sintomas respiratórios são orientadas a primeiro usarem o WhatsApp, pela central TeleCovid. O objetivo é evitar aglomerações, dar agilidade no atendimento e ampliar consultas eletivas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Isso está sendo denominado de “novo normal”.

NÚMEROS

O município de Criciúma atingiu neste domingo, dia 1º de agosto, os seus menores números entre pessoas internadas e com o coronavírus ativo. São 58 pessoas internadas em hospitais da cidade, cidade 22 pessoas em UTI e as demais em clínicas. Com o vírus ativo atualmente são 179 pessoas, menor número desde o início da pandemia.

Criciúma é a cidade do Sul com o maior número de óbitos, 627.

Loading...