Estabelecimento descumpre medidas de combate a Covid-19 e é interditado em Chapecó

Segundo a Polícia Civil, trata-se de um estabelecimento que funciona como bar e casa noturna; o local deve permanecer 15 dias interditado 

Um estabelecimento, cujo nome não foi divulgado, foi interditado por descumprir as medidas sanitárias de combate à Covid-19, em Chapecó, no Oeste catarinense. Conforme a Polícia Civil, o local – que funciona como bar e casa noturna  – ficará interditado por 15 dias. 

O local deve permanecer 15 dias interditado – Foto: Divulgacão/O Trentino/NDO local deve permanecer 15 dias interditado – Foto: Divulgacão/O Trentino/ND

A interdição aconteceu na quinta-feira (19) e a informação foi divulgada nesta sexta-feira (20) pela Polícia Civil, que esclareceu que a ação foi tomada em procedimento administrativo instaurado pelo Setor de Fiscalização de Jogos e Diversões, após o descumprimento de medidas. 

A polícia informou que após a instauração do procedimento, houve novos descumprimentos pelo estabelecimento, que teve cinco autos de infração lavrados por descumprimento de horário, falta de distanciamento pessoal, falta de uso de máscaras e outras normas de combate à pandemia.

Estabelecimento pode ter alvará cassado 

O mesmo estabelecimento, segundo informou a Polícia Civil, já havia sido interditado por 15 dias, no início do ano, por descumprir as normas vigentes de combate à Covid-19. 

A Polícia Civil informou que no último fim de semana os proprietários novamente descumpriram as normas e foram mais uma vez notificados. Devido aos reiterados descumprimentos foi realizada a interdição por mais 15 dias. 

“Ao final do procedimento administrativo, caso novas irregularidades sejam constatadas, poderá ser determinada a cassação definitiva do alvará de funcionamento do estabelecimento”, destacou a Polícia Civil.

Chapecó tem mais de 1200 casos ativos de Covid-19

O município de Chapecó tem registrado um aumento no número de casos ativos da Covid-19. Havia 1.234 pessoas com o vírus ativo nesta sexta-feira, segundo o boletim diário. Outros 409 moradores aguardam resultados de exames e são considerados casos suspeitos. 

Nos hospitais do município, há 109 pacientes internados por conta da doença, sendo que 73 são moradores de Chapecó – 31 estão na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 42 estão na enfermaria.  Os demais pacientes residem em outras cidades da região.

Chapecó contabiliza 696 mortes causadas pela doença. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...