Estilo de vida saudável faz oficial de Justiça de SC se sentir preparada para cargo

Exercício físico e alimentação equilibrada ajudam Jandia a manter o corpo e a mente preparados para o dia a dia

Atuando como oficial de Justiça em Campos Novos, Meio-Oeste catarinense, há 10 anos, Jandia Sarmento Soder vê nas atividades físicas as ferramentas essenciais para manter o corpo e a mente preparados para o dia a dia no trabalho.

Aventureira, ela vê na atividade física algo essencial para manter a saúde física e mental – Foto: TJSC/DivulgaçãoAventureira, ela vê na atividade física algo essencial para manter a saúde física e mental – Foto: TJSC/Divulgação

Natural de Machadinho, no Rio Grande do Sul, Jandia já se considera muito mais catarinense do que gaúcha. Veio para Santa Catarina ainda criança. Hoje com 41 anos – mais da metade vividos em terras catarinenses -, ela já voou de parapente e gosta de percorrer trilhas.

Cuida da saúde desde cedo: fez balé aos 12 anos e se envolveu com outras danças, e corrida, crossfit, jump, muay thai e outras modalidades. Atualmente, treina na academia pelo menos três dias da semana. Faz musculação com acompanhamento de uma treinadora pessoal. “Percebi que com a idade o que resolve é a musculação. Se não fizer, cai tudo”, brinca a servidora.

Apesar de levar a boa alimentação como regra de vida, de um tempo para cá, o corpo começou a dar sinais de que faltava algo. Então, Jandia buscou suplementação para complementar a dieta com os nutrientes necessários para um ótimo funcionamento corporal. Ela também não descuida da hidratação: “Ando agarrada com a garrafa. Tomo uns três litros por dia. Por conta da nossa função, que necessita andar bastante na rua, minha garrafinha está sempre comigo.”

Jandia Sarmento Soder é oficial de Justiça em Campos Novos há 10 anos – Foto: TJSC/DivulgaçãoJandia Sarmento Soder é oficial de Justiça em Campos Novos há 10 anos – Foto: TJSC/Divulgação

Ela diz que é uma pessoa agitada e faz mil coisas ao mesmo tempo, porém a correria do dia a dia não é desculpa para deixar de inserir hábitos saudáveis na rotina. “A gente tem que viver bem, com saúde e qualidade de vida para ter longevidade. Ainda mais na minha profissão, em que a gente precisa ter preparo físico. Se precisar correr de um cachorro, tem que estar forte e com saúde”, fala com humor.

O bom preparo físico também ajuda a enfrentar horas na estrada, já que, pela função, muitas vezes precisa dirigir por longos trechos. “Dirijo bastante e sozinha, por isso esse cuidado é fundamental. Na minha concepção, a saúde da gente é muito importante, e não só a do corpo como a mental. A atividade física ajuda muito a me manter saudável e a encarar a rotina dinâmica, manter a calma e não absorver problemas”, revela.

Nas viagens para o interior não pode faltar água, protetor solar, frutas e uma marmita saudável. “Tenho ainda uma barrinha de proteína na bolsa, o que dá uma saciada na vontade de comer doce, meu ponto fraco. Quando os dias ficam tensos, recorro às barrinhas”, conta a mãe de uma adolescente de 15 e de um menino de sete anos.

Jandia é referência para a filha. “Ela acompanha nas trilhas, faz balé, vai à academia e cuida da alimentação. Muito mais regrada do que eu”, comenta. Uma vantagem de viver em cidade pequena é ter a possibilidade de comer em casa. Com isso, a mesa saudável é para toda a família. “Nós comemos bem. Sempre há verduras, legumes e saladas nas refeições”, completa Jandia ao falar sobre seu estilo de vida.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Diversa+ na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...