VÍDEO: Festa é flagrada ao lado da base da Samu, na Grande Florianópolis

Polícia Militar interditou o local na tarde deste domingo (4); proprietário alega que o estabelecimento cumpriu todas as normas sanitárias contra a Covid-19

Uma festa clandestina com som alto e aglomeração foi flagrada por um vídeo que circula nas redes sociais, gravado na tarde deste domingo (4), em um bar e restaurante de São José, na Grande Florianópolis.

Além do desrespeito às normas sanitárias em um dos momentos mais delicados da pandemia da Covid-19 no Estado, o que chama a atenção é que a festa ocorre bem ao lado da base da Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Vídeo flagra festa ao lado de ambulância da Samu, em São José – Foto: Reprodução/InstagramVídeo flagra festa ao lado de ambulância da Samu, em São José – Foto: Reprodução/Instagram

O vídeo foi compartilhado na internet com denúncias ao comportamento incompatível com a situação atual da pandemia no Estado.

A página @brasilfedecovid, já conhecida por apontar festas e aglomerações irregulares em todo o Brasil, compartilhou as imagens no Instagram.

Confira o vídeo:

PM interditou o local

De acordo com as informações do tenente-coronel André Serafim, do 7º Batalhão da Polícia Militar de São José, o restaurante foi interditado pela polícia.

“A guarnição realizou a interdição do local devido presenciar populares desrespeitando algumas normas do decreto, como o uso de máscaras e sem espaçamento de 1,5m de pessoas. Presenciamos alguns populares fumando na área externa e com a presença dos policiais começaram a deslocar sentido a saída”, relatou o tenente-coronel.

No local, os oficiais conversaram com os responsáveis pelo Black Lounge Bar e Restaurante, onde ocorria a festa.

Em relato, a gerente do estabelecimento, Aline da Silveira Bressan, disse que o local funcionava com lista de presença e respeitando a redução da capacidade conforme o decreto vigente.

Segundo a PM, foi constatado que o som alto se encerrou por volta das 19h. Foi feito um Termo Circunstanciado na ocorrência, assinado pelos responsáveis.

Proprietário alega que vídeo mostra fila do banheiro

Vinícius Nascimento, proprietário do Black Lounge, defendeu que o estabelecimento cumpria as medidas sanitárias contra a Covid-19, e foi autuado apenas por conta do som alto.

Segundo ele, as imagens mostradas pelo vídeo que circula na internet são da fila do banheiro do local. Nascimento ressaltou ainda que todos os clientes utilizavam máscaras.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde