Fiocruz estuda produzir primeiro remédio antiviral de uso oral contra a Covid-19

Medicamento chamado Molnupiravir pode reduzir em cerca de 50% o risco de hospitalizações e mortes em decorrência da Covid-19

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) estuda produzir o medicamento oral da MSD (Merck Sharp & Dohme) contra a Covid-19 chamado Molnupiravir, que pode reduzir em cerca de 50% o risco de hospitalizações e mortes pelo vírus.

Fiocruz estuda produzir remédio oral da MDS – Foto: PixabayFiocruz estuda produzir remédio oral da MDS – Foto: Pixabay

Conforme divulgado pela Fiocruz em comunicado, os termos do acordo ainda estão sendo discutidos pelos laboratórios envolvidos.

“A Fiocruz, por meio de seu Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz), está em diálogo avançado com a farmacêutica americana MSD (Merck Sharp & Dohme) para definir a melhor forma de acesso à população brasileira e um modelo de cooperação técnica”, afirma.

Além disso, as negociações entre a Fiocruz e a MSD incluem a possibilidade de estudos futuros para avaliar o antiviral no enfrentamento de outras infecções, como dengue e chikungunya.

O medicamento molnupiravir

Molnupiravir é um remédio antiviral que está sendo testado pela farmacêutica Merck em parceria com a empresa Ridgeback Biotherapeutics como uma das alternativas para tratar a infecção pelo coronavírus.

O objetivo é realizar o tratamento via oral por meio de pílulas no início da infecção. “Caso seja autorizado o uso, o molnupiravir poderia ser o primeiro medicamento antiviral de uso oral contra a covid-19”, afirmou a Merck por meio de comunicado. A medicação inibe a replicação do vírus no organismo.

Medicamento e variantes

As primeiras informações indicam que o remédio é eficaz quando se trata de variantes. Isto porque o molnupiravir não tem como objetivo atingir a proteína spike do vírus, ou seja, aquela que define as diferenças entre as variantes. Assim, se mostra eficaz ainda que ocorra uma evolução do vírus.

Para interromper a replicação no organismo, o medicamento foi projetado para produzir erros no código genético do vírus, o que impede sua proliferação.

+

Saúde

Loading...