Florianópolis chega a 50 mil casos da Covid-19 e SC tem alta de 3,4 mil confirmações

Tanto a capital quanto Joinville, que figura como epicentro do Estado, somam mais de 20 mil confirmações de casos a mais do que o restante dos municípios

Foram confirmados 3.428 novos casos da Covid-19 nesta sexta-feira (29) em Santa Catarina, somando 573 mil confirmações desde o início da pandemia. Desse total, 551 mil pacientes já estão recuperados, cerca de 95%.

Número de vacinados têm crescido em proporção maior do que o de casos confirmados da Covid-19 – Foto: Governo do Estado/DivulgaçãoNúmero de vacinados têm crescido em proporção maior do que o de casos confirmados da Covid-19 – Foto: Governo do Estado/Divulgação

A alta fica acima da média dos últimos dias, que vinham registrando cerca de 2,5 mil casos a cada 24h, segundo os boletins epidemiológicos da SES (Secretaria de Estado da Saúde).

Também foram 34 mortes registradas nas últimas 24h, totalizando 6.298 vítimas do novo coronavírus desde o início da pandemia.

Em comparação com o resto do país, Santa Catarina é o 4º Estado em número absoluto de contaminações e o 12º no número de vítimas fatais.

A cidade de Joinville, segue como o epicentro, seguida por Florianópolis. Ambas somam os números críticos tanto em casos quanto em mortes, e tem mais de 20 mil confirmações de diferença dos demais municípios.

Os municípios com mais casos confirmados da Covid-19 são:

  • Joinville: 53.358
  • Florianópolis: 50.039
  • Blumenau:30.300
  • São José: 22.766
  • Criciúma: 21.035
  • Palhoça: 16.843
  • Balneário Camboriú: 16.731
  • Itajaí: 15.977
  • Chapecó: 15.538
  • Brusque:15.490

Mais de 56 mil catarinenses já foram vacinados

O número de vacinados segue crescendo em Santa Catarina, ainda acima da média de casos confirmados. Os dados preliminares da DIVE (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) apontam 56.163 catarinenses imunizados.

Desse total, são 47,6 mil trabalhadores da saúde, 6 mil idosos e deficientes, e 2,3 mil indígenas.

A imunização está sendo feita regionalmente e, segundo os dados atuais, a Grande Florianópolis soma o maior número de vacinados, cerca de 12,3 mil.

Três a cada quatro leitos seguem ocupados

O índice de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da rede pública segue em 75%. Isso significa que, dos 1.527 ativos ao longo de 55 hospitais, são 1.147 ocupados.

São 455 pacientes da Covid-19 que estão internados e 380 leitos que seguem livres.

Contudo, atualmente, quatro hospitais estão superlotados e sem nenhum leito livre. Além disso, outras quatro unidades também não possuem leitos da Covid-19 disponíveis.

Vale ressaltar que são estes leitos, os exclusivos da Covid-19, que são utilizados para aferir o risco de cada região no mapeamento estadual, figurando como a variável de “capacidade de atenção”.

Veja a lista de hospitais superlotados:

  • Hospital Bethesda, em Joinville
  • Hospital São Braz, em Porto União
  • Maternidade Carmela Dutra, em Florianópolis
  • Maternidade Dona Catarina Kuss, em Mafra

Somente a primeira unidade possui pacientes da Covid-19 dentre seus quadros.

A relação de unidades que está em superlotação acaba apresentando volatilidade pois uma faixa dos hospitais mantém o índice de ocupação na casa dos 90%. Atualmente, são 14 unidades.

Assim, especialmente as unidades com poucos leitos, acabam somando 100% dos leitos de UTI ocupados em curtos períodos de tempo.

Isolamento segue abaixo da média

Refletindo o comportamento da quinta-feira (28), os dados da plataforma In Loco, que mapeia 1,5 milhão de catarinenses via smartphone, apontam que foram 36,6% dos catarinenses em casa.

O número segue abaixo da média nacional, que ficou em 37,6% durante o dia.

Isso deixa Santa Catarina como o 22º Estado no  ranking, liderado pelo Amazonas, que apresenta um índice de 55%.

Confira o mapa nacional:


Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde