Florianópolis é a última capital do Sul do país na vacinação contra Covid-19 por idades

Capital catarinense aplica 1ª dose em pessoas de 34 anos, enquanto Porto Alegre imuniza população de 28 anos e Curitiba de 33 anos

Florianópolis fica para trás quando se trata do andamento da vacinação contra a Covid-19 por faixas etárias em comparação com as capitais dos Estados do Sul do país.

Das mais de 220 mil doses que Santa Catarina recebeu no último sábado (31), 11.030 foram destinadas à Capital.

Das mais de 220 mil doses que Santa Catarina recebeu no último sábado (31), 11.030 foram destinadas à Capital – Foto: Leo Munhoz/Reprodução/NDDas mais de 220 mil doses que Santa Catarina recebeu no último sábado (31), 11.030 foram destinadas à Capital – Foto: Leo Munhoz/Reprodução/ND

Enquanto Florianópolis aplica nesta terça-feira (3), a primeira dose em pessoas de 34 anos ou mais, Curitiba (PR) já aparece uma faixa à frente, imunizando aqueles que tem 33 anos ou mais.

Na quarta-feira (4), a capital paranaense amplia a vacinação para os nascidos entre 1º de janeiro e 30 de junho de 1989. De acordo com a prefeitura de Curitiba, a ampliação do público foi possível após a chegada de uma nova remessa de vacinas com 51 mil doses.

Até o final da tarde desta terça, a prefeitura de Florianópolis, por sua vez, não havia divulgado o cronograma de vacinação da primeira dose para os próximos dias.

Porto Alegre (RS) apresenta um cenário ainda melhor com relação às faixas etárias. Na capital do Rio Grande do Sul, a primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus está sendo aplicada nesta terça em mulheres de 28 anos. Também foi retomada a vacinação de crianças e adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades.

Na quarta, a vacinação será ampliada para homens e mulheres de 28 anos e na quinta-feira (5), passará à faixa etária dos 27 anos.

Vacinação em números

A análise dos dados da cobertura vacinal, até o momento, das três capitais do Sul deixa Florianópolis à frente.

Até esta terça, 317.233 pessoas foram imunizadas com a primeira dose ou com a vacina de dose única, conforme o vacinômetro da Prefeitura. Esse número corresponde a 62,3% da população total e 78% da população acima de 18 anos.

O esquema vacinal já está em completo em 142.766 pessoas. Isto é, 28,6% da população total e 35% da população acima de 18 anos.

A prefeitura de Curitiba aplicou a primeira dose em 1.015.986 milhão de pessoas, o que corresponde a 52% da população total, que é de 1.948.626, segundo a estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2020. Mais de 433 mil pessoas completaram o esquema vacinal, ou seja, 22% da população.

Já Porto Alegre, aplicou a primeira dose ou a dose única em 877.512 pessoas (59% da população total). A Capital do Estado gaúcho aparece à frente de Florianópolis quando se trata do esquema vacinal completo. Mais de 509.161 pessoas receberam o reforço, ou seja, 34,3% da população total que é de 1.488.252 pessoas.

Calendário da vacinação

O governo de Santa Catarina espera vacinar toda a população acima de 18 anos com a primeira dose até o dia 31 de agosto, conforme o calendário de vacinação divulgado no início de julho.

O Estado do Rio Grande do Sul é um pouco menos otimista. O Executivo planeja imunizar toda a população adulta até o começo do mês de setembro. Já a previsão do governo do Paraná é aplicar a primeira dose na população acima de 18 anos até o dia 30 de setembro.

O cumprimento dos calendários de vacinação depende do envio de novas doses aos Estados por parte do Ministério da Saúde.

Nesta terça (3), o governador Carlos Moisés (sem partido), anunciou pelas redes sociais que Santa Catarina vai receber mais 394.890 doses da vacina contra a Covid-19 nos próximos dias. A Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica), contudo, não confirmou a remessa.

O que diz a Prefeitura de Florianópolis

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informou que aplica rapidamente todas as doses que recebe. Destacou que a Capital está entre as mais avançadas do país com relação à cobertura vacinal.

“Estamos à frente, por exemplo, de Curitiba, que possui 52% da população adulta vacinada com ao menos uma dose”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...