Florianópolis tem semana decisiva para realização de shows, Réveillon e passaporte

Portaria e reunião entre gestores de Florianópolis vão definir protocolos para a volta das atividades; setor aguarda definições com ansiedade

A menos de três meses da temporada de verão, o governo de Santa Catarina anunciou a retomada gradual de shows e eventos. Apesar de já adiantar o aumento na capacidade e a liberação das atividades, há uma série de detalhes cruciais que serão definidos na próxima semana – em todo o Estado e com regramentos específicos Florianópolis.

Eventos em Florianópolis ganharão nova definição na próxima semana - incluso o réveillon. Feira de Cascaes, realizado no mês passado, foi o primeiro evento-testeUma média de 600 pessoas estiveram no espaço da Feira de Cascaes, realizada em 22 de agosto. Foi o primeiro evento-teste realizado pela prefeitura- Foto: Leo Munhoz/ND

A capacidade total dos eventos aumentará gradualmente nos meses de outubro (60% do público), novembro (70%) e dezembro (80%). Caso reúnam mais de 500 pessoas, somente será permitido se todos tiverem concluído o esquema vacinal. Máscaras e distanciamento seguem obrigatórios, determina o decreto publicado nesta quinta (23).

Agora resta saber como isso se dará na prática, o que depende das portarias a serem publicadas pela Secretaria Estadual de Saúde no decorrer dos próximos dias – ainda não há data específica, informou a pasta. Cada município contará com particularidades, pois o documento estabelece a aprovação dos planos municipais de contingência.

“Aguardamos entender os formatos efetivos em que trabalharemos. Por exemplo, quais são as medidas de distanciamento que vão ter os espaços externos, associados a nova capacidade?”, ilustra Eveline Orth, diretora da Abrape/SC (Associação Brasileira dos Promotores de Eventos). “A portaria trará uma evolução muito grande diante desta situação”.

Shows, Réveillon e temporada em pauta

Em Florianópolis, a prefeitura se reúne na próxima terça-feira (28). A pauta é uma só: o futuro dos eventos em Florianópolis. Serão discutidos, entre as diferentes pastas, incluindo Saúde e Turismo, o novo decreto estadual e a adoção do “passaporte de vacinação”, estratégia anunciada pelo prefeito Gean Loureiro para estimular a imunização e garantir a segurança dos moradores.

Inspirada em medidas adotadas no exterior, o projeto propõem a obrigatoriedade de apresentar um documento, físico ou virtual, para comprovar a imunização com as duas doses da vacina contra Covid-19, ao acessar bares, hotéis e restaurantes. Há quase 350 mil pessoas que não tomaram a segunda dose no prazo até esta terça (21) em todo o Estado.

“Nós vamos verificar os caminhos possíveis. Principalmente nos eventos públicos, como réveillon”, diz Vinicius de Lucca, Superintendente de Turismo de Florianópolis. Atualmente a pasta atualiza os editais e organiza o orçamento necessários para a contratação de bandas, fechamentos de ruas, reserva de palcos, entre outros trâmites demandados pelo tradicional evento realizado na Beira-mar Norte.

Próximos eventos

No dia 22 de agosto, a pasta realizou o primeiro evento-teste para a retomada em meio a pandemia da Covid-19. A Feira de Cascaes trouxe apresentações do Boi de Mamão, artistas circenses, entre espetáculos, para a praça XV. A experiência ganhará repeteco, que está marcado para outubro.

Os demais esforços estão focados em atividades relacionadas ao réveillon, que ganhará projeto específico da prefeitura. Uma série de atividades são programadas e devem ser divulgadas nas próximas semanas. Para Orth, o setor de eventos, de forma geral, estará mais aquecido na próxima semana.

“O número de eventos ainda é muito inferior ao realizado em tempos normais. São cerca de 53 atividades diferente vinculadas aos espetáculos. Em um circo infantil, por exemplo, tem o pipoqueiro que só sabe vender a pipoca e está sem trabalho. Tem técnicos, camareiras, assessores de imprensa. É grande o impacto”, concluí a diretora.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...