Florianópolis ultrapassa 1 mil casos ativos da Covid-19

Capital registrou 1.109 casos ativos da doença nesta terça-feira (20) e tem novo recorde de casos positivos em 24h; veja número de casos por bairro

Florianópolis ultrapassou os 1 mil casos ativos da Covid-19, registrando 1.109 infectados. Os dados são da Sala de Situação da GVE (Gerência de Vigilância Epidemiológica de Florianópolis) e foram atualizados na manhã desta terça-feira (20).

mulher-andando-de-máscara-no-mercado-público-de-FlorianópolisFlorianópolis ultrapassa 1 mil casos ativos da Covid-19; veja lista por bairro – Foto: Anderson Coelho/ND

A faixa etária com maior número de infectados é de adultos com idade entre 30 e 39 anos, com 286 casos. Jovens entre os 20 e 29 anos são o segundo grupo mais atingido, com 265 registros.

Na sequência, vêm os idosos com mais de 60 anos, com 117 registros. Depois, 66 casos na faixa etária dos 10 aos 19 anos e 36 entre crianças de até nove anos.

Na última semana, a Capital teve o maior registro de casos positivos em um único dia desde o início da pandemia.

No dia 13 de outubro foram notificados 239 infectados em 24 horas. O recorde anterior havia sido registado no dia 20 de julho, quando foram comunicados 234 casos.

dados-covid-19-florianópolisFlorianópolis teve recorde no número de casos de Covid-19 – Foto: Reprodução/PMF

Fiscalização no feriado de Finados

Em relação ao aumento no número de casos ativos, a prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Saúde, diz observar a avaliação de risco da região. A administração municipal disse ainda que acompanhará as medidas indicadas pelo governo estadual.

Pensando no Dia de Finados, comemorado em 2 de novembro, a Vigilância Sanitária da Capital criou um protocolo de visitação aos cemitérios. As medidas levam em conta a não propagação do novo coronavírus.

A Vigilância deve ter suas ações de fiscalização reforçadas em bares e restaurantes. As equipes de plantão serão ampliadas para atender denúncias simultaneamente em diferentes áreas da cidade.

A orientação é que caso o cidadão deseje fazer uma denúncia de descumprimento das medidas, entre em contato com a Guarda Municipal pelo 153, com a Polícia Militar pelo número 190, ou pelo site covidometrofloripa.com.br/ na aba “Denúncias Vigilância Sanitária”.

No feriado de Nossa Senhora Aparecida foram registradas 48 ocorrências de descumprimento das medidas sanitárias na Capital. Em uma delas, um restaurante foi interditado após a Polícia Militar flagrar cerca de 300 pessoas no local.

Hospital tem apenas uma vaga na UTI

A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) é de 59% na Grande Florianópolis. Dos 12 hospitais que atendem pacientes da região, a Maternidade Carmela Dutra é que apresenta a maior ocupação, com apenas um leito disponível.

Contudo, segundo dados do Painel de Leitos SUS, atualizado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), não há internações pela Covid-19 na unidade.

A segunda maior taxa de ocupação é registrada no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago. Dos 27 leitos ativos, 21 estão ocupados, totalizando uma ocupação de 77%. Há sete pacientes internados com a Covid-19 no hospital.

Centro e Estreito tem maior número de casos

O Centro e o Estreito são os bairros de Florianópolis com maior número de casos da Covid-19. O primeiro tem 64 moradores infectados, segundo dados da GVE. E a localidade do Continente soma 50 contaminados.

Todos os bairros da Capital tem ao menos um caso ativo, sendo a Caieira da Barra do Sul o que concentra o menor número de infectados. Ao todo, 53 moradores da região se recuperaram da doença. Nenhuma morte foi registrada na região.

O Ribeirão da Ilha e o Canto da Lagoa têm dois casos ativos cada um. Em ambos, os infectados não estão hospitalizados em razão da doença.

Confira os casos por bairro

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde