Força-tarefa fiscaliza medidas de controle da pandemia em Florianópolis

Integração coordenada pela Secretaria de Segurança Pública de Florianópolis conta com duas equipes e foca nas denúncias recebidas e em estabelecimentos já mapeados

A fiscalização de prevenção e controle da pandemia de Covid-19 em Florianópolis continua na noite deste sábado (3). A força-tarefa conjunta da prefeitura da Capital catarinense conta com duas equipes e foca nas denúncias recebidas e em estabelecimentos já mapeados, onde já ocorreram infrações e descumprimentos do decreto.

Força-tarefa segue fiscalizando medidas de controle da pandemia em Florianópolis – Foto: Divulgação/GMFForça-tarefa segue fiscalizando medidas de controle da pandemia em Florianópolis – Foto: Divulgação/GMF

“Nossas equipes de fiscalização da prefeitura de Florianópolis ainda estão nas ruas. Após todas as fiscalizações feitas durante a tarde, decidimos estrategicamente retornar nos pontos que já haviam passado pela fiscalização”, informou a Guarda Municipal.

A GMF relatou ainda que um dos beach clubs denunciados por desrespeito às regras sanitárias tentou disfarçar a movimentação dentro do estabelecimento, apagando as luzes e desligando o som.

“Porém os agentes conseguiram rapidamente entrar e flagrar pessoas dançando sem máscaras, aglomeradas e com lotação superior a permitida”, comunicou a Guarda Municipal. O local foi interditado, assim como outros visitados durante a fiscalização deste sábado.

Os estabelecimentos que registrarem irregularidades podem pagar multas de até R$ 500 mil reais.

Beach club de SC promove aglomeração

Em meio ao pior momento da pandemia em Florianópolis, um beach club da Capital foi flagrado, nesta sexta-feira (2), desrespeitando as normas sanitárias para contenção da Covid-19, previstas em decreto estadual. O caso aconteceu no Café de La Musique, em Jurerê Internacional, e viralizou nas redes sociais.

Questionado pela reportagem do ND+, o Café de La Musique informou que abriu conforme as regras do decreto e que funcionou com apenas 25% da capacidade total.

A equipe da GMF (Guarda Municipal de Florianópolis) diz que chegou a ser acionada para fiscalização, mas, quando chegou, por volta das 20h30, não havia mais movimentação.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde