FOTOS: veja como foi a aprovação das vacinas para Covid-19 no Brasil

Os imunizantes Coronavac e de Oxford contra o novo coronavírus foram aprovados pela Anvisa neste domingo (17)

Depois de muita espera, o dia D finalmente chegou. Neste domingo (17), o uso emergencial de duas vacinas contra a Covid-19 foi liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). E a vacinação, inclusive, já começou! Confira as fotos que marcam o dia:

O uso emergencial da vacina Coronavac, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, recebeu o aval da área técnica da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) neste domingo (17) – Foto: Fábio Vieira/Metrópoles
1 9

O uso emergencial da vacina Coronavac, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, recebeu o aval da área técnica da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) neste domingo (17) – Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

A Diretoria Colegiada da Anvisa realizou uma reunião extraordinária para a aprovação do uso emergencial de dois imunizantes: a Coronavac e também a vacina de Oxford referente a 2 milhões de doses importadas da Índia que ainda não chegaram ao Brasil – Foto: Divulgação/ Anvisa/ND
2 9

A Diretoria Colegiada da Anvisa realizou uma reunião extraordinária para a aprovação do uso emergencial de dois imunizantes: a Coronavac e também a vacina de Oxford referente a 2 milhões de doses importadas da Índia que ainda não chegaram ao Brasil – Foto: Divulgação/ Anvisa/ND

Segundo Gustavo Mendes, gerente de Medicamentos da Anvisa, a taxa de sucesso na prevenção da doença em relação ao grupo que tomou placebo (medicamento inócuo) atingiu 50,39% – Foto: Divulgacão/O Trentino/ND
3 9

Segundo Gustavo Mendes, gerente de Medicamentos da Anvisa, a taxa de sucesso na prevenção da doença em relação ao grupo que tomou placebo (medicamento inócuo) atingiu 50,39% – Foto: Divulgacão/O Trentino/ND

Esse percentual está acima do índice de 50% exigido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pela OMS (Organização Mundial de Saúde) – Foto: Pixabay/Reprodução/ND
4 9

Esse percentual está acima do índice de 50% exigido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pela OMS (Organização Mundial de Saúde) – Foto: Pixabay/Reprodução/ND

O governador de São Paulo, João Dória, elogiou a postura da Anvisa ao liberar o uso emergencial da Coronavac e disse que é uma “vitória da democracia” – Foto: Fábio Vieira/Metrópoles
5 9

O governador de São Paulo, João Dória, elogiou a postura da Anvisa ao liberar o uso emergencial da Coronavac e disse que é uma “vitória da democracia” – Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, trabalha no Instituto Emílio Ribas e foi a primeira brasileira a ser vacinada com a Coronavac, do Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, ainda na tarde deste domingo (17) – Foto: ESTADÃO CONTEÚDO/ND
6 9

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, trabalha no Instituto Emílio Ribas e foi a primeira brasileira a ser vacinada com a Coronavac, do Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, ainda na tarde deste domingo (17) – Foto: ESTADÃO CONTEÚDO/ND

Vanusa Kaimbé, 50, foi a primeira indígena vacinada no Brasil. Técnica de enfermagem e assistente social, ela vive na aldeia “Kaimbé, filhos desta terra”, em Guarulhos – Foto: Estadão Conteúdo/ND
7 9

Vanusa Kaimbé, 50, foi a primeira indígena vacinada no Brasil. Técnica de enfermagem e assistente social, ela vive na aldeia “Kaimbé, filhos desta terra”, em Guarulhos – Foto: Estadão Conteúdo/ND

O enfermeiro Cristiano Francisco, 42, foi mais um imunizado neste domingo (17) pela vacina Coronavac, aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A coronavac conta com a eficácia global de 50,38% contra a Covid-19 – Foto: Estadão Conteúdo/ND
8 9

O enfermeiro Cristiano Francisco, 42, foi mais um imunizado neste domingo (17) pela vacina Coronavac, aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A coronavac conta com a eficácia global de 50,38% contra a Covid-19 – Foto: Estadão Conteúdo/ND

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse em coletiva que a distribuição das vacinas ocorre já a partir desta segunda (18) – Foto: Isac Nóbrega/PR/Divulgação/ND
9 9

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse em coletiva que a distribuição das vacinas ocorre já a partir desta segunda (18) – Foto: Isac Nóbrega/PR/Divulgação/ND

+

Saúde